Petrolina: Dona de Casa e amigo deficiente sofrem discriminação por motorista de Uber

Resultado de imagem para discriminação

A Dona de Casa Rozinete Pereira de Souza , diz  ter sofrido preconceito por parte de um motorista do aplicativo UBER, na noite deste sábado,  9  , em Petrolina , Sertão de Pernambuco.

Segundo a vítima, depois de esperar algum tempo,  o condutor  parou o veículo, e  ao perceber que a Dona de casa estava acompanhada de uma pessoa com deficiência (PCD), disse a  mesma,  que a corrida teria sido cancelada,  sem ao menos dar nenhuma justificativa convincente.

Resultado de imagem para discriminação de Uber

 

“Quando eu e meu  amigo reconhecemos a placa e o modelo do carro, fizemos sinal. Ele nos viu acenando e com celular na mão, parou o veículo, e nos avisou que a corrida  no aplicativo tinha sido cancelada ” — contou a vítima, que saía com uma amigo que é deficiente. Ambos participavam do Carnaval das Inclusões em Petrolina na sociedade 21  de Setembro, no centro da cidade.

O Conselho Municipal pelos Direitos da Pessoa com Deficiência informou que recebeu a informação e está dando o suporte necessário as vítimas e que tomará as medidas cabíveis ao caso.

Acompanhe o vídeo:

Sobre o autor

Cauby Fernandes
Cauby Fernandes

O blog @lingua tem a assinatura de Cauby Fernandes,Radialista/Comunicador Social com DRT-PE 3685. Cauby Fernandes também é Teólogo graduado em nível superior pela Faculdade Cenecista de Osório (FACOS). O Blog @ Língua tem parceiros importantes que fazem do blog uma ferramenta de informação precisa para todas as idades e tipos de pessoas.

1 Comentário

Deixe um comentário
  • Essa fala dela não está de acordo, ela diz que ligou pra solicitar Uber, sendo que pra solicitar vc não precisa ligar pra UBER e sim solicitar pelo aplicativo. E se ela solicitou pelo aplicativo ela tem todas as informações do motorista placa do carro, nome motorista e etc…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *