” FBC é um adversário cujas ideias não colam com as minhas”, disse Osvaldo Coelho

Em
uma das suas últimas entrevistas  concedidas a jornalistas de Petrolina, o Dr.Osvaldo
Coelho foi enfático quanto a uma possível aliança com Fernando Bezerra. Sóbrio
como sempre, o saudoso deputado,  querido
por  Petrolina, sempre zelou pela coerência
nas suas escolhas. O Blog @ Língua posta agora essa entrevista concedida à jornalista
Mônia Ramos, que reproduziu com fidelidade as palavras ditas naquele momento por
Dr. Osvaldo Coelho a respeito de Fernando Bezerra e seu grupo.
Por Mônia Ramos , Postado em 30 de julho de 2014,
no Blog da Jornalista Josélia Maria.
Acompanhem:
O
recuo de Osvaldo Coelho. Após levantar a possibilidade de seguir com Fernando
Bezerra Coelho  (PSB), o ex-deputado volta atrás e recua de apoiar a
candidatura do socialista ao Senado.
Segundo
ele, suas palavras ficaram ao vento e por este motivo refletiu melhor sobre o
posicionamento político. “Política é igual a pingue-pongue hoje você diz uma
coisa e espera outra, eu na realidade pertenço a um partido político DEM que
apóia a candidatura da Frente Popular, é normal que eu me debruçasse nessa
possibilidade, continuo debruçado na possibilidade de apoio ao palanque da
Frente, mas de Fernando não tive se quer uma conversa. Minhas palavras ficaram
ao vento não valeram nada e por isso estou refletindo melhor meu
posicionamento”, disse.
Osvaldo
ainda frisou: “FBC é um adversário cujas ideias não colam com as
minhas, o meu partido quer, mas eu tenho essas barreiras”. Ele disse que seu apoio a Frente Popular naturalmente
declinava  a Fernando, já que é candidato da chapa, mas declarou que pela
primeira vez está “num beco sem saída”.
Osvaldo
Coelho disse que suas ideias sobre a importância da irrigação se divergem com
as de FBC. “De um lado tem Dilma Rousseff que eu não quero e
do outro tem FBC cujas ideias não colam com as minhas, eu tenho dificuldades
com ele. Irrigação não é canal não, é o que ele traz: trabalho, é emprego.
Penso nessa matriz e quando tem um adversário político que pensa que irrigação
é pedra e  cal, então eu tenho dificuldade enorme”.
Ele
ainda disse: “Ninguém vem de lá pra cá pra dizer que nossa
bandeira será agasalhada”, critica a inobservância de suas propostas sobre
irrigação.
Durante
entrevista, Osvaldo Coelho declarou que está estagnado. “Continuo debruçado na possibilidade de apoio ao palanque a Frente, mas
de Fernando não tive se quer uma conversa. Me encontro numa dificuldade muito
grande, primeiro de dá qualquer apoio a Dilma,
pra mim não é bom, e segundo é esse encontro com o desencontro”, pontuou.
Enfim
,  Petrolina agora está num dilema. A
aliança de Guilherme Coelho com o grupo de FBC destoa totalmente das ideias do
homem que mais lutou pela irrigação no Brasil… E agora como fica aquele que sempre amou as ideias de um homem sábio?
Por
Blog @lingua
Com
Colaboração de Cauby Fernandes, Carla Pinheiro e Carlos Ferreira

Sobre o autor

Cauby Fernandes
Cauby Fernandes

O blog @lingua tem a assinatura de Cauby Fernandes,Radialista/Comunicador Social com DRT-PE 3685. Cauby Fernandes também é Teólogo graduado em nível superior pela Faculdade Cenecista de Osório (FACOS). O Blog @ Língua tem parceiros importantes que fazem do blog uma ferramenta de informação precisa para todas as idades e tipos de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *