Governadores do Nordeste sofrem baixa e agora estão amordaçados

O presidente interino Michel Temer (PMDB), retirou
dos governadores do Nordeste o poder de  execução de obras destinadas ao combate à seca
e agora passa  todo domínio para o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). 
A determinação aconteceu
 depois de reunião entre Temer e Helder
Barbalho, ministro da Integração Nacional e presidente do PMDB.
 O Dnocs  controlado pelo PMDB. A  medida foi adotada na mesma semana em que
começou a campanha eleitoral nos municípios brasileiros.
Dentre os nove Estados do Nordeste, apenas o Maranhão não
participa do plano, porque não enfrenta seca como os demais. Segundo pesquisas,
na região, Temer tem o maior índice de rejeição.
O Dnocs é controlado pelo PMDB na maior parte dos Estados,
assim, a decisão do Presidente interino Temer,beneficia o partido em toda sua
extensão. No Rio Grande do Norte, a  coordenação do órgão é indicada pelas mãos
poderosas  do senador Garibaldi Alves
(PMDB), como também do ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB).
Na Paraíba, quem vai dar as cartas e mandar no jogo será o senador
José Maranhão (PMDB-PB).   No Ceará, Eunício Oliveira, líder do PMDB no
Senado, é o responsável por  indicar  o  coordenador regional e o diretor-geral
nacional do órgão.
Podemos notar uma teia bem armada, que só favorece o Partido
do Movimento Democrático (?)  Brasileiro (PMDB). Vale lembrar que nesses Estados ,os dominantes do Dnocs, são adversários dos governadores.
.
Por
Cauby Fernandes

Sobre o autor

Cauby Fernandes
Cauby Fernandes

O blog @lingua tem a assinatura de Cauby Fernandes,Radialista/Comunicador Social com DRT-PE 3685. Cauby Fernandes também é Teólogo graduado em nível superior pela Faculdade Cenecista de Osório (FACOS). O Blog @ Língua tem parceiros importantes que fazem do blog uma ferramenta de informação precisa para todas as idades e tipos de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *