Arquivo - Novembro 2017

1
Homem rouba carteira na redação do ‘Jornal Nacional’, diz colunista
2
Correios abrem novo PDV para cortar mais de 5 mil vagas
3
Luciano Huck anuncia que não concorrerá à Presidência em 2018
4
A putrefata situação da Câmara de Petrolina e obediência cega aos desejos de Miguel Coelho
5
O que é bom se copia e a Prefeitura de Petrolina também vai usar o Whatsapp para interagir com a população
6
Deputados Filhos de Cabral, Garotinho e Picciani, todos Deputados, vão à cadeia visitar os pai
7
Sexy, agressivo, emotivo? Estudo identifica efeito de cada tipo de bebida alcoólica
8
Ataques de Lula motivam recuo de Luciano Huck à corrida presidencial
9
Petrolina: leitor diz que gestão novo tempo desrespeita dinheiro público
10
Blogueiro Ricardo Banana ganhou 1,4 milhão de prefeituras
11
Diarista é demitida por ter usado banheiro da casa da patroa
12
Bolivianos são presos em SP com malas de roupa engomada com cocaína
13
Temer fará cateterismo
14
Prisão? Extradição? O que pode acontecer com Robinho após condenação na Itália
15
Aprovado projeto que auxilia produtores
16
Futuro candidato à Presidência, Dr. Rey afirma que quer ser o Kennedy do Brasil

Homem rouba carteira na redação do ‘Jornal Nacional’, diz colunista

Homem rouba carteira na redação do 'Jornal Nacional', diz colunistaUma das jornalistas que trabalha na redação do “Jornal Nacional”, localizada no Rio de Janeiro, teve sua carteira furtada na semana passada.

Segundo informações do colunista Leo Dias, os seguranças contratados pela emissora conseguiram identificar um homem pelas câmeras de segurança: um senhor de idade, com uma deficiência em uma das pernas.

Ele teria entrada pela garagem da Globo e permanecido na redação do “JN” por ao menos quatro horas sem ser notado.

Por Cauby Fernandes

Correios abrem novo PDV para cortar mais de 5 mil vagas

Correios abrem novo PDV para cortar mais de 5 mil vagas

Os Correios abriram na quinta-feira, 23, um novo programa de demissões voluntárias (PDV) para enxugar ainda mais sua folha de pagamento, após o plano de incentivo a desligamentos realizado no primeiro semestre ter terminado com adesões inferiores à meta da companhia. O prazo de adesões vai até 29 de dezembro, último dia útil do ano.

O objetivo, como antecipou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, em agosto – quando o PDV foi aprovado pela diretoria-executiva da estatal -, é fechar 5,46 mil vagas. Se confirmado, isso significará uma economia mensal de R$ 54,5 milhões com pagamento de salários. Só entre carteiros, os Correios pretendem tirar 2 mil profissionais das ruas.

Com o PDV realizado no primeiro semestre, quando os pedidos de demissão chegaram a 6,26 mil, os Correios já tinham conseguido enxugar em R$ 68,6 milhões os gastos mensais com o efetivo. Apesar do grande número de adesões, o total ficou aquém da meta da estatal, que, em grave crise financeira, pretendia cortar na ocasião 8,2 mil empregados e enxugar a folha em R$ 72,9 milhões por mês. Ao reeditar o programa, os Correios poderão ampliar para 10% o corte de um quadro que, antes dos PDVs, somava aproximadamente 117 mil empregados.

Para atingir um público maior, a empresa retirou a exigência de idade mínima de 55 anos dos últimos PDVs, permitindo agora a adesão a todos os empregados com pelo menos 15 anos de trabalho na companhia de serviços postais. É oferecido como incentivo aos pedidos de demissão uma indenização calculada de acordo com os proventos recebidos nos últimos cinco anos – incluindo não só salários, mas também gratificações e complementos salariais – e o tempo de serviço do funcionário. Um empregado com provento médio de R$ 6 mil e 35 anos de casa receberá, por exemplo, R$ 2,1 mil. O pagamento será feito em 93 parcelas mensais, limitadas a no máximo R$ 9,8 mil.

A ideia inicial da empresa era reabrir o PDV em setembro, mas o plano foi adiado em razão da greve deflagrada pela categoria em todo o País durante a campanha salarial. Ao confirmar em nota a abertura do que chama de novo ciclo do Plano de Desligamento Incentivado (PDI), os Correios atribuem a medida à necessidade de “acertar as contas”.

Por Cauby Fernandes

Com informações do Estadão Conteudo.

Luciano Huck anuncia que não concorrerá à Presidência em 2018

Luciano Huck anuncia que não concorrerá à Presidência em 2018

Depois de muitos capítulos, a novela sobre a eventual candidatura de Luciano Huck à Presidência da República chegou ao fim. Nesta segunda-feira (27), ele publica artigo no jornal Folha de S. Paulo no qual anuncia que não fará parte da corrida eleitoral do ano que vem.

“Com a mesma certeza de que neste momento não vou pleitear espaço nesta eleição para a Presidência da República, quero registrar que vou continuar, modesta e firmemente, tentando contribuir de maneira ativa para melhorar o País”, escreveu.

O apresentador afirma que tinha o apoio de amigos e familiares para se candidatar e que, nos últimos meses, esteve “amarrado ao mastro, tentando escapar da sedução das sereias”.

De fato, o global manteve encontro com políticos, empresários e magistrados para tratar da candidatura. Recebeu carta branca do PPS caso quisesse se filiar. Mas acabou desistindo após um ataque do ex-presidente Lula, que disse que “gostaria de concorrer com alguém com o logotipo da Globo na testa”.

As palavras do petista mostraram que ele teria um caminho tortuoso pela frente e a vida revirada, sendo, provavelmente, taxado de machista devido à criação de personagens como “Tiazinha” e “Feiticeira” nos anos 1990.

Por Cauby Fernandes

A putrefata situação da Câmara de Petrolina e obediência cega aos desejos de Miguel Coelho

Resultado de imagem para obediência cega 18 pessoas

Estamos vivendo em Petrolina, dias escuros quanto a  ética dos legisladores, que todo santo dia, é testada na Casa Plínio Amorim.  Toda semana surgem naquela Casa, obstáculos que impedem o livre exercício do poder pelo vereador.  Esses obstáculos vêm  sutis para os vereadores em formato  de ordens, em formato de pedidos “especiais”, maquiados com um forte apelo de “ou faz ou não ganha”. Essas ordens  tem deixado a população em duvida quanto ao mandato livre do vereador. Sabemos que um mandato legislativo  não deve estar atrelado a questões de ordem econômica e política no sentido da troca de favores.

Hoje, Petrolina tem em seu quadro na Câmara de vereadores,  23 nomes que compõe o legislativo municipal. Esses senhores e senhoras , que foram eleitos pelo povo, representam a população nos seus anseios pela fiscalização quanto ao que se gasta no município, bem como pela cobrança para que os serviços essenciais sejam mantidos.

No entanto em  Petrolina, parece que a música tocada pelo executivo é essa: se você obedece às ordens do chefe do executivo, sem titubear, poderá ter um mandato tranquilo e livre  de perseguições e pode até sair como beneficiado na situação. No entanto, se você se intitula independente e mesmo assim faz parte da bancada de situação, poderá chamar nuvens carregas e escuras para sua cabeça que poderão derramar uma torrencial tromba d’água em qualquer plano que se fizer. Que pena que isto acontece! E que o novo  chefe não perdoa!

Vimos nessa última semana, vereadores que viram seus amigos e parentes sendo demitidos de cargos comissionados na prefeitura , tão somente por que o vereador  não obedeceu as ordens de votar em certos projetos enviados ao legislativo pelo poder executivo e, como essas pessoas  eram seus amigos e parentes, perderam o cargo. Se o vereador se proclamar ou se intitular independente e mesmo assim faz parte da bancada de situação, poderá chamar nuvens escuras para sua cabeça. Que pena!

A valorização da categoria pela conscientização de sua importância atual e a tentativa de se livrar da estrutura de poder pelo poder, buscando a realização efetiva dos interesses sociais, já não funciona na cidade. Putrefata situação!

 Os vereadores são mais obedientes que alguns secretários, e até parece que boa parte deles , colocaram  xilocaína na garganta e eles  respondem positivamente  em todas as reivindicações do prefeito. Nem os  secretários chegam a esse extremo, fato que revela que os vereadores são em suma mais obedientes que certos secretários e assessores especiais. obedecer não é para todos.

Por Cauby Fernandes

 

O que é bom se copia e a Prefeitura de Petrolina também vai usar o Whatsapp para interagir com a população

Resultado de imagem para zap

Uma grande quantidade de pessoas no País, cada dia mais, usa o  aplicativo WhatsApp como meio de comunicação. Prova disso, é que os números de ligações por voz, caíram em torno de 60%, sendo substituídas pelas mensagens in-box que o aplicativo oferece. Por conta disso, a Prefeitura de Petrolina, a exemplos de outras cidades no Nordeste,  vai usar a plataforma  Whatsapp  para informações dos serviços prestados pela gestão municipal. A partir da segunda-feira (27), a Prefeitura de Petrolina enviará boletins de notícias diários pelo WhatsApp de milhares de petrolinenses.

Intitulado “INFORMA PETROLINA”, o serviço enviará fotos, vídeos e textos num formato leve e mais adequado à rede social. A primeira fase do projeto será focada em envio de notícias para grupos de debate e listas de transmissão com a devida autorização dos usuários do aplicativo. No segundo momento, a ideia é expandir a relação, utilizando a rede para receber e responder demandas da população.

“Nossa ideia é aumentar a interação dos serviços municipais com a população. Primeiro queremos levar as notícias e nos ambientar com a rede, depois vamos abrir o acesso para todos poderem solicitar serviços e informações. Será uma forma rápida, acessível e universal para estar em contato direto com cada petrolinense”, detalha a coordenadora de Imprensa da Prefeitura, Monyk Arcanjo.

O que é bom se copia – A Prefeitura de Petrolina, segue o filão de outras cidades do Nordeste a utilizar o WhatsApp como meio de comunicação institucional. Algumas gestões como as de Fortaleza  Natal e Feira de Santana na Bahia,   já utilizam o aplicativo como meio oficial de interação com o público.  “Queremos facilitar a vida do cidadão, levar a informação da maneira mais fácil, então, decidimos utilizar essa ferramenta de forma institucional. Todo tipo de informação de utilidade pública estará disponível como mutirões de saúde, serviços como iluminação, limpeza, calendário de aulas, apresentações culturais entre tantas atividades do dia a dia da população”, reforça Monyk Arcanjo.

Por Cauby Fernandes

Deputados Filhos de Cabral, Garotinho e Picciani, todos Deputados, vão à cadeia visitar os pai

Resultado de imagem para clarissa garotinho em visita ao pai a cadeia

A deputada federal licenciada e secretária municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação do Rio, Clarissa Garotinho, chegou na manhã deste sábado na cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica, Zona Norte do Rio, para visitar a mãe, a ex-governadora Rosinha Garotinho.

Clarissa entrou no presídio carregando duas sacolas de plástico. Rosinha foi presa na quarta-feira (22) por suspeita de corrupção, organização criminosa e crimes eleitorais.

Também estiveram na cadeia pública de Benfica na manhã deste sábado o deputado estadual Rafael Picciani e o deputado federal Marco Antônio Cabral. Os dois foram visitar os pais, Jorge Picciani (presidente afastado da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), e o ex-governador Sérgio Cabral, que estão presos no local. Também está no mesmo presídio Felipe Picciani, irmão de Rafael.

O pai de Clarissa, o também ex-governador Anthony Garotinho, estava preso no mesmo local, mas foi transferido na noite desta sexta (24) para o presídio de Bangu 8, na Zona Oeste do Rio. Na manhã deste sábado, foi servido na cadeia pública Pedrolino Weling de Oliveira pão com manteiga e café com leite, mas o ex-governador tomou apenas o café com leite.

A transferência ocorreu após o ex-governador não ter conseguido provar as agressões que diz ter sofrido dentro da cela em Benfica. De acordo com a defesa de Garotinho, ele teve a cela invadida e foi agredido com um porrete. Ainda segundo ele, uma arma foi apontada em sua direção. Garotinho teria chegado à delegacia com o dedo do pé machucado e o joelho ralado. A nova cela do ex-governador é monitorada 24 horas por dia.

No depoimento, obtido com exclusividade pela GloboNews, Garotinho disse que um homem entrou em sua cela e disse: “Você gosta muito de falar, não é?”. Segundo o delegado Wellington Vieira, o diretor deve entregar as imagens das câmeras do circuito interno de segurança do presídio.

Na segunda (27), o diretor da cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio, e pelo menos mais quatro agentes penitenciários que estavam no plantão da cadeia pública na madrugada de sexta-feira (24), vão prestar depoimento na 21ª DP (Bonsucesso) sobre a suposta ameaça ao ex-governador Anthony Garotinho.

No depoimento, obtido com exclusividade pela GloboNews, Garotinho disse que um homem entrou em sua cela e disse: “Você gosta muito de falar, não é?”. Segundo o delegado Wellington Vieira, o diretor deve entregar as imagens das câmeras do circuito interno de segurança do presídio.

Na segunda (27), o diretor da cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio, e pelo menos mais quatro agentes penitenciários que estavam no plantão da cadeia pública na madrugada de sexta-feira (24), vão prestar depoimento na 21ª DP (Bonsucesso) sobre a suposta ameaça ao ex-governador Anthony Garotinho.

Por Cauby Fernandes

Sexy, agressivo, emotivo? Estudo identifica efeito de cada tipo de bebida alcoólica

Dedos com desenhos de carinha de feliz e triste perto de uma taça de vinhoUma pesquisa feita em 21 países, entre eles o Brasil, indica que os efeitos do álcool no comportamento variam de acordo com o tipo de bebida consumida. Cerveja e vinho normalmente relaxam. Já os destilados podem fazer a pessoa se sentir mais agressiva, sexy ou emotiva.Para esse estudo, divulgado na publicação acadêmica de medicina BMJ Open, foram entrevistadas cerca de 30 mil indivíduos com idade entre 18 e 34 anos.

Com o tempo, as pessoas adquirem tolerância ao álcool e podem acabar bebendo mais para sentir os mesmos “efeitos positivos”, avaliam os cientistas. Mas o aumento no consumo também atrai os efeitos negativos, explica o professor e pesquisador britânico Mark Bellis.

Se comparado a outros tipos de bebidas, o consumo de destilados – como tequila, rum e gim, por exemplo – está mais associado a comportamentos agressivos, mal-estar, inquietação e choro.

A pesquisa também indica que:

– Vinho tinto faz as pessoas se sentirem mais letárgicas que vinho branco;

– Beber cerveja e vinho tinto relaxa mais;

– Mais de 40% dos entrevistados disseram que beber destilados os fazem se sentir sexy;

– Mais da metade dos que bebem destilados se sentem energéticos e confiantes, mas um terço se percebe agressivo quando consome esse tipo de bebida;

– Homens são mais propensos que mulheres a apresentarem comportamento agressivo com todos os tipos de álcool, em especial os que bebem mais.

Brasil

No Brasil, o governo federal estabeleceu um novo modelo de tributação para vinhos, espumantes, uísques, vodcas, cachaças, licores, sidras, aguardentes, gim, vermutes e outros destilados, aplicado desde dezembro de 2015. O principal objetivo da medida, contudo, era aumentar a arrecadação.

O mais recente estudo da OMS sobre a ingestão de álcool no país, publicado em 2014, detectou uma queda no consumo per capita entre os anos de 2003 e 2010 (de 9,8 para 8,7 litros). Mas o volume está acima da média mundial, de 6,5 litros per capita, e mais do que dobrou desde 1985, quando o índice era inferior a quatro litros.

A OMS coloca o Brasil no 53º lugar em um ranking de 191 países – liderado por nações do Leste Europeu, sendo Belarus e Moldova os dois primeiros colocados.

Já o último Levantamento Nacional de Álcool de Drogas da Universidade Federal de São Paulo, baseado em pesquisas em 143 municípios de todo o país, também divulgado pela última vez em 2014, mostrou que quase quatro em cada 10 brasileiros bebem pelo menos cinco doses de bebida em uma mesma ocasião, em um intervalo de duas horas.

Segundo o Ministério da Saúde, entre 2010 e 2013 foram contabilizadas mais de 313 mil internações no Sistema Único de Saúde (SUS) decorrentes do alcoolismo. São gastos, em média, cerca de R$ 60 milhões por ano com pessoas dependentes do álcool.

Por Cauby Fernandes

Ataques de Lula motivam recuo de Luciano Huck à corrida presidencial

Ataques de Lula motivam recuo de Luciano Huck à corrida presidencial

Luciano Huck vem se encontrando com políticos, empresários e magistrados para tratar de política. Afirma ter compromisso com o país e uma eventual atuação na política seria uma forma de retribuir o que conquistou. A investida, de cara, recai sobre a presidência da República, para quais recebe pesquisas periódicas relativas às intenções de voto dos brasileiros.

Na última delas, aplicada pelo Barômetro Político Estadão-Ipsos e divulgada na quinta-feira (23), viu sua aprovação saltar de 43% em setembro para 60% em outubro – e a rejeição cair de 40% para 32%.

Os dados, que teoricamente serviriam de estímulo para a empreitada presidencial, acabaram tendo uma espécie de efeito colateral. Luciano Huck recuou, revelando a amigos e familiares que não pretende entrar no páreo. O motivo, segundo a coluna “Painel”, da Folha de S. Paulo, seria o ataque feito pelo ex-presidente Lula no dia da divulgação da pesquisa – o petista mandou uma indireta ao global dizendo que gostaria de “disputar com alguém com o logotipo da Globo na testa”.

Após a declaração de Lula, amigos teriam alertado Huck de que este foi apenas um aperitivo do que ele terá pela frente caso oficialize candidatura. O apresentador teria a vida revirada e ganharia o selo de machista por ter sido o criador de personagens como “Tiazinha” e “Feiticeira”, nos anos 90.

Publicamente, o global ainda não disse vai ou não concorrer à presidência. Segue a novela.

Por Cauby Fernandes

Petrolina: leitor diz que gestão novo tempo desrespeita dinheiro público

Ao Sr. Prefeito Miguel Coelho e a quem interessar possa,

Desde o ano passado a população acadêmica da Univasf, transeuntes e freqüentadores do Parque Josepha Coelho convivem com uma obra abandonada, aparentemente de uma praça (com bancos, jardineiras, calçada, portão), na área do parque municipal em frente a uma das entradas da universidade. O que caracteriza uma afronta ao senso de urbanismo e utilidade pública dos projetos iniciados pela gestão passada e que, pelo jeito, não incomodam a atual gestão do Prefeito Miguel Coelho.

Perguntamos:

– O que será feito com aquela obra?

– De quem é a responsabilidade deste abandono?

Precisamos de respostas e soluções das autoridades para este desrespeito com o dinheiro público em Petrolina.

João Gauberto Andrada

Por Cauby Fernandes

Blogueiro Ricardo Banana ganhou 1,4 milhão de prefeituras

Imagem relacionada
A grande maioria dos prefeitos pernambucanos, tem uma vocação ao autoritarismo e exercem essa vocação com muita força. Principalmente os prefeitos no interior do Estado, aonde esses tais, adoram ser chamados de “doutor”, e amam ver o povo os bajulando, dizendo palavras lisonjeiras, com a pretensão de amaciar seus egos inchados.
 Quando a imprensa mostra a verdade além das bajulações, esses “meninos politicos” , se revoltam,  batem o pé, e dizem coisas com coisa.
Percebendo que a imprensa não vai parar de falar, esses “pseudo coronéis”, agem de forma mais contundente, levantando suspeitas contra os jornalistas, blogueiros e radialistas, na tentativa de difamá-los e dizer que eles não tem nenhuma moral para falar das gestões públicas.
Estamos em 2017, mais de 30 anos após o fim da Ditadura Militar, período em que a liberdade de imprensa foi constitucionalmente cerceada. Mas, parece que no País, setores da sociedade ainda se veem no direito de limitar e impedir a atividade de jornalistas.
Um fato desses aconteceu com  Ricardo Assis de Meneses, o blogueiro Ricardo Banana.  Ricardo foi alvo de uma perseguição na mídia ,após algumas matérias que tratam de “denúncias” sobre os gastos públicos efetuados pela gestão municipal da pequena cidade de Santa Filomena. Ricardo Banana, em sua matéria, disse que a gestão atual estava contratando em licitações dúbias, empresas que cobravam absurdas somas, que não batiam com a realidade atual.
Em retaliação, um blog local contratado pela gestão municipal , trouxe ao conhecimento após , consulta ao portal TOMECONTA, que o editor Ricardo Banana,  faturou entre  os anos de 2012 e 2016  uma soma vultuosa através de contratos licitatórios com prefeituras. Um montante de  R$ 1.405.406,00 (Um milhão, quatrocentos e cinco mil, quatrocentos e seis reais), foi repassado à empresa de Ricardo Banana,  por  ter vencido todos os processos licitatórios que participou (15 – Quinze) nas cidades de DORMENTES (Treze) e TRINDADE (dois).

 

O outro lado

 

Que mal há nisso ?A imprensa não pode falar dos erros de administrações públicas que logo é perseguida?  Qual mal que Ricardo Banana cometeu ao ganhar licitamente esses contratos?  Blogueiro não pode ter empresa?
O blog @língua conversou com Ricardo Banana e perguntou: Como o senhor encara esse tipo de retaliação por parte Gestão da cidade de Santa Filomena ao contratar um blog para dizer que o senhor não tem credibilidade para levantar  questões em relação a administração de Santa Filomena?
“Eu avalio com muita naturalidade. Eu acho que o portal Tomeconta está aberto e escancarado para quem quiser ver. O que não pode,  é ver a prefeitura de Santa Filomena fazendo um assalto aos cofres públicos com licitações dúbias. O meu dinheiro eu ganhei licitamente, com aberturas de cartas na presenças de várias empresas, onde a minha foi a vencedora. Isso sim é fazer as coisas certas e de modo correto”, desabafou o blogueiro.
jornalismo pode ter inúmeras funções mas, talvez, a principal delas seja a de incomodar. E isso está relacionado à capacidade de se inquietar com realidades pré-estabelecidas. É a necessidade de se atrever a oferecer para a sociedade novos olhares sobre os fatos que acontecem no dia a dia.
Resultado de imagem para Ricardo bananaRicardo de Assis Menezes, Petrolinense, Casado, Pai de 3 filhos e popularmente conhecido como “Ricardo Banana”. O mesmo trabalhou na Embrapa durante 12 anos na área de comunicação social e informática e difusão de tecnologia. Em 1996 aderiu ao PDV (Programa de Demissão Voluntária) implantado pelo governo FHC. Durante sua passagem pela Embrapa também assumiu a Associação dos Funcionários do Semi-árido (AESA), no cargo de Diretor de esportes. No mesmo ano implantou a Empresa Banana Promoções e Eventos em parceria com a Sucesso Promoções. Vindo em 2006 direcionar sua empresa para Feiras de Negócio, como o Semi-árido Show, Vinhuva Fest, Expogesso Trindade, FEBANA- Feira da Banana em Santa Maria da Boa Vista em parceria com STR(Sindicato dos Trabalhadores Rurais), Semi-árido Show em parceria com a Embrapa e IRPAA, Vinhuva Fest em parceria com a Prefeitura Municipal de lagoa Grande, Caprishow em Dormentes em parceria com a Prefeitura Municipal de Dormentes entre muitas outras de menor porte.
Por Cauby Fernandes

Diarista é demitida por ter usado banheiro da casa da patroa

 

Resultado de imagem para usar banheiro

Circula nas redes sociais desde a quarta-feira (22), a partir de publicação feita no perfil “Eu, empregada doméstica”, do Facebook, o diálogo polêmico entre uma patroa e sua diarista.

Na troca de mensagens, feita via WhatsApp, a patroa afirma que não gostaria mais de contar com os serviços da doméstica. Motivo: ela ter usado o banheiro da casa.

“Não quero que você venha mais. Não me leve a mal, mas da última vez que você veio não de algumas coisas que você fez”, escreve a patroa. “Nossa, desculpe, mas o que eu fiz? A faxina não ficou boa?”, pergunta a diarista. “Sim, estava ótima. O problema não é esse. Aqui em casa só temos um banheiro e você utilizou porque eu ouvi a descarga. Sabe, isso é anti higiênico como você utiliza o banheiro da casa dos outros? Você faz isso na casa das pessoas que você trabalha”, responde.

A diarista ainda foi chamada de nojenta e mal educada pela empregadora, que prometeu “espalhar no face” o episódio para “nenhuma patroa te pegar”. Confira a íntegra do diálogo nas imagens  abaixo.

Diarista é demitida por ter usado banheiro da casa da patroa

Por Cauby Fernandes

Bolivianos são presos em SP com malas de roupa engomada com cocaína

Bolivianos são presos em SP com malas de roupa engomada com cocaína

Duas mulheres e um homem de nacionalidade boliviana foram presos transportando malas de roupa engomada com cocaína, nesta quinta-feira, 23, em Presidente Venceslau, cidade do extremo oeste do Estado de São Paulo. Os suspeitos viajavam com a droga num ônibus que fazia a linha entre Campo Grande (MS) e a capital paulista. A abordagem aconteceu num posto da Polícia Militar Rodoviária, no km 616 da Rodovia Raposo Tavares.

Os policiais suspeitaram do conteúdo de duas malas contendo roupas excessivamente engomadas e, após o uso de um reagente, acabaram constatando que a “goma” era cocaína – essa forma de tráfico é muito vista em filmes. As roupas pesaram 21 quilos. As malas, localizadas no bagageiro externo do ônibus, tinham a identificação dos passageiros nas etiquetas. O homem de 53 anos e as duas mulheres, de 31 e 26 anos, foram levados para a delegacia da Polícia Federal em Presidente Prudente.

Aos agentes, as mulheres revelaram que tinham sido contratadas pelo boliviano em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Elas receberiam US$ 700 para fazer o transporte das malas até São Paulo – as bagagens estavam em nome delas. Com os três suspeitos, a polícia apreendeu US$ 1,9 mil e uma quantidade equivalente a US$ 800 em cédulas falsas.

Os bolivianos devem passar por audiência de custódia, na Justiça Federal, nesta sexta-feira (24). Eles vão responder pelos crimes de tráfico internacional de entorpecentes e importação de moeda falsa estrangeira. Até a manhã desta sexta, segundo a PF, os suspeitos não tinham constituído advogado. Caso isso não seja feito até a audiência de custódia, que ainda não tinha horário definido, será nomeado um defensor público.

Por Cauby Fernandes

Com informações do Estadão Conteúdo.

Temer fará cateterismo

Presidente Michel Temer

Michel Temer será submetido a um cateterismo neste fim de semana, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

O motivo é uma obstrução parcial em uma artéria coronariana, que foi revelada no início de outubro — e confirmada, na ocasião, por seus médicos.

Temer viaja hoje para São Paulo para fazer, no final do dia, quase um mês depois de sua outra internação.

Por Cauby Fernandes

Prisão? Extradição? O que pode acontecer com Robinho após condenação na Itália

Robinho foi condenado em primeira instância na Itália (Foto: Rafael Araújo)Condenado a nove anos de prisão na Itália por um suposto crime de violência sexualRobinho não corre risco de ser preso no atual estágio do processo judicial. O atacante se defende, garantindo “não ter qualquer participação no episódio” que ocorreu em 2013. Mas o que pode acontecer com o atacante atleticano? Prisão? Extradição? Pode deixar o Brasil? Mestre em direito internacional, o advogado Dorival Guimarães, conversou com o GloboEsporte.com e explicou os trâmites de um processo como o de Robinho.

A condenação foi em primeira instância, e Robinho vai recorrer. Hoje, não há nenhuma restrição à liberdade do jogador, segundo o especialista.

– No momento, não existe uma possibilidade concreta de prisão, por vários motivos. Primeiro, não é uma decisão definitiva, ainda cabe recurso. A decisão pode ser modificada. Segundo, essa decisão proferida na Itália não tem valor automático no Brasil. A repercussão que ela traz no Brasil, hoje, é nenhuma – explicou Dorival Guimarães.

Mas e se houver uma decisão definitiva? Robinho pode ser preso no Brasil ou extraditado? Não, segundo o advogado Dorival Guimarães. A Constituição brasileira não permite a extradição de brasileiros natos.

Na prática, hoje, o Robinho segue a vida normal. Isso não traz nenhuma restrição à liberdade dele. O que pode vir a acontecer, havendo uma condenação final, é um pedido formulado de prisão feito pela Itália a um outro país no qual o Robinho se encontre, mas não o Brasil. A Constituição brasileira não permite a extradição de brasileiro nato. Ele não poderia deixar o país, mas somente depois de uma decisão transitado em julgado (sem possibilidade de mais recursos). É necessário um pedido da Itália ou de uma ordem de prisão emanada de um juiz italiano que formalize também um pedido de extradição. Mas não para o Brasil. Mesmo que Itália e Brasil tenham tratado de extradição e cooperem nesse sentido, a Constituição brasileira proíbe extradição de brasileiro nato. Na prática, hoje, o Robinho segue a vida normal. Isso não traz nenhuma restrição à liberdade dele.

Por Cauby Fernandes

Com informações da Globo.com

Aprovado projeto que auxilia produtores

Foi aprovado na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimen­to e Desenvolvimento Rural o Pro­jeto de Lei 3.982/15, que teve como relator o deputado federal Roberto Balestra (PP-GO), e autoriza a rene­gociação de dívidas de operações de crédito rural ou agroindustrial contratadas por produtores e suas cooperativas no Programa Nacio­nal do Álcool – Proálcool.

O objetivo é auxiliar os produ­tores que aderiram ao programa do Governo Federal na década de 1970 e encontram-se em sérias di­ficuldades financeiras, decorren­tes, especialmente, dos problemas enfrentados pelo programa desde o seu início, como a inexistência de variedades de cana-de-açúcar adaptadas às condições das loca­lidades em que se pretendia o cul­tivo do produto e a inconstância no preço, principalmente no mercado internacional. “A renegociação bus­ca reverter esse quadro desanima­dor no setor sucroalcooleiro, pois estabelece condições de renego­ciação que buscam a recuperação da capacidade de pagamento dos produtores, tornando viável a liqui­dação de dívidas hoje tidas como impagáveis”, reforçou Balestra em seu relatório.

Com o projeto, ficam estabele­cidas as seguintes condições para renegociação: atualização do sal­do devedor a ser renegociado, pe­los encargos de normalidade, com extinção de multas ou quaisquer en­cargos por inadimplemento; reba­te na data da renegociação de 50% sobre os saldos devedores atualiza­dos; prazo de pagamento do valor negociado de até quinze anos, com até três anos de carência e encargos financeiros com taxa efetiva de ju­ros de 3% ao ano.

Por Cauby Fernandes

Futuro candidato à Presidência, Dr. Rey afirma que quer ser o Kennedy do Brasil

As eleições estão se aproximando e, até agora, o que não falta é celebridade querendo ocupar o cargo de Michel Temer. Em entrevista ao The Noite com Danilo Gentili nesta quinta-feira (23), o cirurgião plástico e pré-candidato à Presidência, Dr. Rey, afirmou que quer ser o John Kennedy do Brasil e que chegou a hora do Brasil virar um país de primeiro mundo.

Entre suas propostas estão:aumento do salário de policiais, a construção de mais presídios, transformar o SUS em um plano de saúde privado e fazer uma rodovia Autobahn semelhante à da Alemanha.

Durante a sua participação no programa, o médico ressaltou ainda que o País vai ter “um presidente com a cara do País e a honestidade que aprendi nos Estados Unidos”, afirmou.

Rey ressaltou ainda que já está a procura de uma esposa para subir a rampa do planalto com ao lado de uma brasileira.

Por Cauby Fernandes