Arquivo - 2017

1
Petrolina: Osório Siqueira ganha mais uma eleição. Veja como votou cada vereador
2
Sete em cada dez brasileiros são contra privatizações
3
Após perícia, juiz pode rever prisão de Maluf nesta terça-feira
4
Internado há meses, Arlindo Cruz aparece em foto recente com o filho
5
Justiça condena restaurante por queimaduras em atendente
6
Quatro em cada dez brasileiras já foram vítimas de assédio sexual, diz pesquisa
7
Moranguinho reata com Naldo após agressão e pede: ‘Não julguem’
8
Um ano antes: os reais motivos para fazer a eleição na Câmara de Petrolina
9
Collor admite vontade de concorrer ao Planalto em 2018
10
Astro de ‘Grey’s Anatomy’ desembarca no Brasil nesta terça
11
Remédio que previne contaminação pelo vírus HIV será oferecido pelo SUS
12
Conta de luz subirá 9,4% e até mais se economia crescer em 2018
13
Mais de 500 crianças carentes recebem brinquedos de vereador em Izacolandia
14
Preta Gil é internada e cancela show em Belém: ‘Não estou bem’
15
Globo anunciou “o encerramento consensual do contrato” de Willian Waack
16
Susana Vieira recebe alta de hospital no Rio

Petrolina: Osório Siqueira ganha mais uma eleição. Veja como votou cada vereador

 

Resultado de imagem para eleição

Na manhã desta Terça-feira (26), por 18 votos a favor e 03 contra, o vereador Osório Siqueira (PSB) foi reconduzido ao cargo de presidente da Câmara de Vereadores de Petrolina para o bienio 2019-2020.

A formação da chapa para o bienio 2019-2020 está composta  por Osório Siqueira (PSB) presidente , Ronaldo Souza (PTB), como 1º vice-presidente; Gilberto Melo (PR), 2º vice-presidente; Major Enfermeiro (PMDB), 3º vice-presidente; Osinaldo Souza (PTB), 1º secretário; Rodrigo Araújo (PSC), 2º secretário; e Elias Jardim (PHS), 3º secretário.

Apenas dois vereadores não participaram da  sessão ordinária, tendo suas faltas justificadas. Ruy Wanderley (PSC), líder da situação,  e Ronaldo Silva (PSDB).

O vereador Osório Siqueira fez um breve discurso agradecendo aos seus pares sobre a luta de ser vereador e seu esforço para contribuir com a melhoria e desenvolvimento de Petrolina.  “Antes de tudo, quero agradecer aos amigos, que me escolheram como presidente e agora me reconduzem ao cargo. Quero dizer que o trabalho que estamos fazendo à frente da Câmara de Vereadores de Petrolina, é um trabalho voltado para melhorias da população”, disse.

Como votou cada vereador:

Alex de Jesus – Sim

Aero Cruz- Sim

Cristina Costa-Não

Elias Jardim- Sim

Edilson do Transito-Sim

Junior Gás-Sim

Domingos de Cristália-Sim

Paulo Valgueiro- Sim

Gilmar Santos- Não

Gabriel Menezes- Não

Rodrigo Araújo- Sim

Ibamar Fernandes- Sim

Major Enfermeiro- Sim

Gilberto Melo- Sim

Osório Siqueira- Sim

Gaturiano Cigano-Sim

Manoel da Acosap- Sim

Ronaldo Souza -Sim

Ronaldo Silva- Ausente

Ruy Wanderley-Ausente

Zenildo do Alto do Cocar- Sim

Osinaldo Souza- Sim

Elismar Gonçalves- Sim

 

 

 

Sete em cada dez brasileiros são contra privatizações

Resultado de imagem para vende-se o Brasil

Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça (26) mostra que sete em cada 10 brasileiros são contra as privatizações pensadas pelo governo Temer, que se assemelham a ideias defendidas por partidos como PSDB e aliados. Segundo o estudo, a maioria (67%) da população também vê mais prejuízos que benefícios na venda de companhias brasileiras.

Privatizar só é uma ação menos indigesta entre aqueles com renda superior a 10 salários mínimos por mês. Nesse nicho, 55% se disseram favoráveis. A rejeição é maior entre os que ganham até dois salários mínimos, onde apenas 13% são a favor.

“As privatizações sofrem resistência até de eleitores de partidos e políticos em geral favoráveis à venda de estatais. Entre quem aponta como partido de preferência o PSDB —que historicamente apoiou e promoveu desestatizações—, 55% se disseram contrários, e 37%, a favor”, destacou a Folha.

​”Essa resistência é o principal entrave para as desestatizações que o governo pretende concluir até o fim de 2018, segundo analistas —a Eletrobras é a maior delas”, acrescentou.

PETROBRAS

A privatização da Petrobras é fortemente rechaçada: 70% se disseram contrários, e 21%, a favor. Os demais não souberam responder ou se disseram indiferentes.

Em 2015, 24% se declararam favoráveis à privatização da Petrobras e 61%, contrários.

“Uma possível participação de capital estrangeiro na Petrobras tem oposição ainda maior: 78% se disseram contra, e 15%, a favor”, apontou Folha.

O Datafolha ouviu 2.765 pessoas. A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais.

Após perícia, juiz pode rever prisão de Maluf nesta terça-feira

Após perícia, juiz pode rever prisão de Maluf nesta terça-feira

juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal Bruno Macacari pode decidir nesta terça-feira, 26, se o deputado Paulo Maluf (PP-SP) vai permanecer no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, ou se ficará em prisão domiciliar. Na sexta-feira, o magistrado negou liminarmente pedido da defesa para que o ex-prefeito de São Paulo (1993-1996) fosse transferido para regime domiciliar, mas impôs para hoje o prazo de entrega de laudos sobre seu estado de saúde.

“Ressalto a possibilidade de revisão da decisão, mormente após a juntada do laudo de perícia médica a ser elaborado pelo Instituto Médico-Legal (IML), e, principalmente, das informações a serem prestadas pela equipe médica com atuação no CDP (Centro de Detenção Provisória da Papuda)”, disse Macacari.

A defesa de Maluf pediu à Justiça para que o deputado cumprisse pena em regime domiciliar sob alegação de idade avançada do ex-prefeito – 86 anos – e problemas de saúde. Maluf está condenado a cumprir pena de 7 anos, 9 meses e 10 dias por crime de lavagem de dinheiro.

O deputado foi preso na quarta-feira passada, em São Paulo, após determinação do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal. Na sexta-feira, foi transferido para a Papuda.

 

 

 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Internado há meses, Arlindo Cruz aparece em foto recente com o filho

Internado há meses, Arlindo Cruz aparece em foto recente com o filho

Internado desde março na Casa de Saúde São José, Arlindo Cruz recebeu uma homenagem de seu filho Arlindinho na segunda-feira (25) de Natal.

No Instagram, o músico publicou uma foto recente em que aparece ao lado do pai. “Vamos continuar nas orações meu papai noel , ta chorando e rindo com cada homenagem feita pra ele , nossas orações estão fazendo efeito. Ele vai voltar!”, escreveu na legenda. O sambista foi internado depois de sofrer um AVC (acidente vascular cerebral).

 

 

Justiça condena restaurante por queimaduras em atendente

Justiça condena restaurante por queimaduras em atendente

Uma atendente de restaurante que sofreu queimaduras pelo corpo, com sequelas, por causa de derramamento de água fervendo será indenizada em R$ 15 mil por danos estéticos e em R$ 15 mil por danos morais. A decisão foi confirmada após a Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) negar agravo de instrumento do Autosnack Restaurante do Trevo Ltda.

Em sua reclamação trabalhista, a atendente afirmou que foi chamada pelo gerente do restaurante, situado na Rodovia Anhanguera (SP), região de Ribeirão Preto, para ajudar as cozinheiras, mesmo não tendo qualquer experiência como cozinheira ou auxiliar de cozinha. Ao pegar panela com água fervendo, o recipiente tombou sobre seu corpo e derramou o líquido, causando manchas na pele em todo o lado direito do corpo. A água estava tão quente que chegou a queimar a blusa.

O juízo de primeiro grau condenou o restaurante, responsabilizando-o ‘diante do nexo de causalidade entre o trabalho executado e o acidente’.

A condenação foi de R$ 15 mil por danos estéticos e de R$ 15 mil por danos morais. O Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas/SP) manteve a decisão.

A instância ordinária destacou a omissão dos responsáveis pelo restaurante ao não adotar as medidas de segurança necessárias para se evitar o acidente, ‘eis que o recipiente, utilizado para acolher a água quente, já estava parcialmente danificado, e contribuiu de forma decisiva para o acidente’.

As lesões corporais ainda ‘tiveram caráter permanente, afetando os direitos personalíssimos da vítima’.

O restaurante recorreu ao TST com o argumento de que o valor indenizatório não condiz com a capacidade econômica e o grau de culpa da empresa. Relator na Sétima Turma, o ministro Cláudio Mascarenhas Brandão decidiu pela manutenção da condenação.

No entanto, Brandão lembrou que ‘a doutrina reconhece a dificuldade para se lidar com o problema das indenizações discrepantes, quando, para fatos semelhantes, são fixados diferentes valores de indenização’.

Segundo o ministro, ‘uma solução com o objetivo de se buscar os parâmetros para fixação dos valores indenizatórios seria a avaliação das lesões e as reparações, caso a caso, a partir das suas peculiaridades, sempre com a finalidade de garantir a reparação mais próxima possível do dano, conforme regra decorrente do princípio constitucional da solidariedade, inserido no artigo 3º, inciso I, da Constituição Federal’.

No caso, Cláudio Brandão entendeu que as indenizações se mostraram proporcionais à extensão do dano, podendo até ser majoradas, ‘tendo em vista o grave desrespeito imposto à personalidade e dignidade da reclamante, como trabalhadora e como ser humano’.

O ministro decidiu ‘pela manutenção dos valores tendo em vista o princípio da non reformatio in pejus, que veda a reforma de decisão anterior para prejudicar a parte que recorreu’. Por unanimidade, a Sétima Turma acompanhou o relator.

 

 

Quatro em cada dez brasileiras já foram vítimas de assédio sexual, diz pesquisa

 

Números de casos de assédio sexual variam de acordo com fatores como idade, cor da pele e escolaridade

 

Os casos de assédio sexual atingem 42% das mulheres no Brasil, segundo pesquisa realizada pelo Datafolha e divulgada neste sábado (23) pelo jornal Folha de S.Paulo. O levantamento, realizado em novembro com 1.427 brasileiras com 16 anos ou mais, aponta que quase um terço (29%) das mulheres foram assediadas na rua. Em seguida, estão os casos ocorridos no transporte público (22%), no trabalho (15%), na escola ou na faculdade (10%) e na própria casa (6%)

Os números variam segundo fatores como idade, cor da pele, escolaridade e renda familiar. De acordo com a pesquisa, 56% das mulheres entre 16 e 24 anos já foram vítimas de assédio sexual . No grupo de mulheres de 25 a 34 anos, o índice é de 50%. Entre 35 e 44 anos, os casos atingem 45% das brasileiras. Os números caem para 34%, para mulheres entre 45 e 59 anos, e para 24%, para as mulheres com 60 anos ou mais.

No recorte por cor da pela, 49% das orientais sofretam algum caso de assédio. Em seguida, estão pretas (46%), pardas (45%), brancas (40%) e indígenas (34%). Ainda segundo o levantamento, os casos são mais frequentes entre as mulheres mais escolarizadas. Entre aquelas que possuem o ensino superior, 57% foram vítimas de algum caso de assédio. O número cai para 47%, entre as mulheres com ensino médio, e para 26%, entre as mulheres com ensino fundamental.

Quando a renda familiar é levada em consideração, as mais ricas são as principais vítimas de assédio. Cerca de 58% das mulheres com renda familiar acima de 58% foram vítimas em algum momento. Entre as mulheres com renda familiar de até 2 salários, o ínidce cai para 38%. No entanto, se o recorte é feito somente para casos de assédio em casa, esse grupo é justamente o mais atingido. Cerca de 7% das mulheres com a menor faixa salarial já foram assediadas no ambiente doméstico.

A pesquisa aponta, ainda, que os casos de assédio sexual são mais frequentes entre brasileiras que moram na região Centro-Oeste (50%). Em seguida, estão as regiões Sudeste (49%), Norte (40%), Sul (37%) e Nordeste (34%). Os casos são mais frequentes em cidades com mais de 500 mil habitantes, onde 57% das mulheres já foram assediadas. O levantamento tem margem de erro de 2 pontos percentuais.

 

 

Moranguinho reata com Naldo após agressão e pede: ‘Não julguem’

 

 

Moranguinho reata com Naldo após agressão e pede: ‘Não julguem’

Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, decidiu dar mais uma chance ao relacionamento com o cantor Naldo, após registrar denúncia contra o marido por agressão no início de dezembro. Ela falou sobre a decisão em publicação no Facebook no sábado (23).

“Outro dia vi até uma reportagem na TV onde uma mãe desesperada para salvar o filho o acorrentou em casa. Muitas pessoas acharam um absurdo,como uma mãe é capaz de fazer isso? Mas eu faria o mesmo, é melhor tê-lo em casa acorrentado, do que passar pela dor de vê-lo morto jogado em uma esquina qualquer (…) Eu queria de volta o Ronaldo! O Ronaldo que eu conheci! Sem dinheiro, sem sucesso,sem carros importados, sem roupas de grifes caras, sem Rolex e cordões de ouro… (…) E como a mãe que acorrentou o filho eu resolvi trazer esse menino de volta! De volta pro recomeço… um recomeço difícil e doloroso, mas que eu tenho fé que será uma grande cura!”, escreveu ela.

Ellen pediu respeito e que não julguem seu momento. “Respeitem o nosso momento, está sendo muito difícil para todos nós, não julguem sem nos conhecer, por trás de tudo isso existem pessoas igual a você, uma família que sofre, uma filha que chama pelo pai, cheia de saudade… Um homem cheio de amor desesperado para reparar seus erros e uma mulher com o coração muito ferido, mais que precisa ser forte pra recomeçar”.

Moranguinho registrou boletim de ocorrência em 2 de dezembro, dizendo que o cantor a agrediu com socos e tapas. Naldo chegou a ser preso por porte ilegal de arma, mas foi liberado após pagar fiança.

 

Um ano antes: os reais motivos para fazer a eleição na Câmara de Petrolina

 

Imagem relacionada

Nesta terça-feira (26) os holofotes estarão ligados e voltados para a Câmara de Vereadores de Petrolina. O dia será marcante por conta da eleição da Mesa Diretora para o biênio 2019/20, que acontecerá a partir das 9h. Apenas uma   única chapa foi apresentada, e é a preferida para ganhar o pleito. Quem encabeça a chapa  é o atual presidente da casa Plínio Amorim, Osório Siqueira (PSB), que a grande maioria tem como certa a sua reeleição.

A formação da chapa para o bienio 2019-2020 está composta  por Osório Siqueira (PSB) presidente , Ronaldo Souza (PTB), como 1º vice-presidente; Gilberto Melo (PR), 2º vice-presidente; Major Enfermeiro (PMDB), 3º vice-presidente; Osinaldo Souza (PTB), 1º secretário; Rodrigo Araújo (PSC), 2º secretário; e Elias Jardim (PHS), 3º secretário.

Os reais motivos para se fazer essa eleição faltando um ano para a data certa de sua realização,  vão para outro nível quando se para e pensa.

O primeiro motivo se dá pelo fato do presidente Osório Siqueira ter a vontade de ser candidato a deputado estadual. Isso seria tirado e daria lugar a um plano maior.Para o grupo que o presidente faz parte, é melhor deixá-lo onde estar, e não querem que ele se candidate. Ele é homem de confiança, mas não é momento para ele  subir o degrau.

Um outro motivo para se fazer essa eleição às pressas,  é  que se  FBC for realmente o candidato e  não ganhar a eleição ao governo do Estado, como se já se comenta, o risco de perder o apoio de muitos vereadores  é real, o que prejudicara a eleição da mesa diretora em 2019. Osório Siqueira não teria força que tem hoje.

Outro  fator que implica nessa eleição corrida e feita nas coxas, é garantir apoio ao governo de Miguel Coelho. Essa eleição tem formato de cabresto para deixar os vereadores amarrados. Nenhum prefeito quer dificuldades para sua gestão,  e se o caldo entornar, FBC não ganhar  as eleições, as coisas vão se complicar para o ‘Novo Tempo”, que poderá enfrentar tormentas. Então, a ideia é garantir a sobrevivência dentro da cidade.

Arrumadinhos, conversas ao pé do ouvido e outras coisas mais é o que veremos na sessão de logo mais.  As engenharias, as ideias e os planos podem dar certo ou o tiro poderá acertar o próprio pé. Só nos resta aguardar.

Collor admite vontade de concorrer ao Planalto em 2018

Collor admite vontade de concorrer ao Planalto em 2018

senador Fernando Collor de Mello (PTC-AL) vem falando que pretende se candidatar à Presidência nas eleições de 2018. As informações são da coluna Expresso, do site da revista Época, deste domingo (24).

Segundo a publicação, o parlamentar considera a possibilidade por seu mandato no Senado terminar apenas em 2022.

No entanto, Collor responde a investigações no Supremo Tribunal Federal (STF), o que poderia prejudicar uma eventual campanha.

Astro de ‘Grey’s Anatomy’ desembarca no Brasil nesta terça

Astro de 'Grey's Anatomy' desembarca no Brasil nesta terça

 

 

réveillon da praia de Mamucabinha, em Pernambuco, está sendo disputado não só por celebridades brasileiras. O astro hollywoodiano Jesse Williams, intérprete do cirurgião plástico Dr. Avery, na série “Grey’s Anatomy”, desembarca no estado nesta terça-feira (26).

Conforme a colunista Roberta Jungmann, Williams virá de jatinho dos Estados Unidos até o Aeroporto dos Guararapes, no Recife. Depois de passar pela imigração, segue de helicóptero para Mamucabinha.

Além de Williams, outros nomes internacionais estarão no litoral pernambucano, como o ator Marlon Wayan, que tem no currículo filmes como “As Branquelas”, além do cantor Zeeba, parceiro do DJ Alok, e as modelos holandesas Imann Hamman e Melodie Monrose.

Remédio que previne contaminação pelo vírus HIV será oferecido pelo SUS

Remédio que previne contaminação pelo vírus HIV será oferecido pelo SUS

Um medicamento que impede a propagação do vírus HIV na corrente sanguínea, já indicado como terapia antiretroviral nos Estados Unidos e em países da Europa, estará disponível ainda este mês para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) 12 estados.

O comprimido, fabricado por um grupo norte americano, já era indicado para o tratamento de soropositivos como parte do coquetel de aids.

A novidade é que o fármaco poderá ser utilizado agora por quem nunca entrou em contato com o vírus, mas pode estar exposto a ele durante a relação sexual. É o caso, por exemplo, de profissionais do sexo. Mas é bom lembrar que não protege o usuário contra outras infecções transmitidas sexualmente.

Segundo o médico Juan Carlos Raxach, coordenador da área de Promoção da Saúde e Prevenção da Associação Brasiliera Interdiscilpinar de Aids, embora o Truvada, nome comercial do medicamento, tenha demonstrado 99% de eficácia nos testes clínicos, para impedir a replicação do vírus HIV, não veio para substituir a camisinha.

“Está se falando muito que a profilaxia pré-exposição vem para acabar com o uso da camisinha. Chegou para ampliar as possibilidades de se prevenir da infecção do HIV. Então, ele não vai susbstituir a camisinha mas, com certeza, ampliará a possibilidade de prevenção e dará oportunidade àquelas pessoas que não gostam de usar a camisinha, de ter outro método para não se infectar com o vírus.”

A distribuição do remédio pelo SUS vai priorizar 7 mil pessoas com mais de 18 anos, consideradas grupos de risco de contaminação, incluindo profissionais de saúde, homens que se relacionam com homens, transexuais e casais sorodiscordantes – quando um dos parceiros é portador do HIV e o outro não.

Antes do início da terapia, no entanto, é necessário fazer exames, uma vez que o remédio é contraindicado para pessoas com doenças renais e desgaste nos ossos.

Ente as primeiras capitais a receber o medicamento estão Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Manaus e São Paulo.

Com informações da Agência Brasil.

Conta de luz subirá 9,4% e até mais se economia crescer em 2018

Conta de luz subirá 9,4% e até mais se economia crescer em 2018

consumidor residencial brasileiro terá de lidar com dois anos de reajustes na energia bem acima da inflação. As causas são um regime de chuvas insuficiente para compensar períodos de seca e o aumento dos encargos sociais.

Na média, as tarifas devem fechar o ano com alta de 14% e subir 9,4% em 2018. A expectativa é que o IPCA (inflação oficial) fique abaixo de 3% em 2017 e em 4% no ano que vem.

Em algumas regiões, as tarifas podem pesar ainda mais no bolso, segundo levantamento da consultoria especializada TR Soluções.

Na média, a maior alta deve ser registrada na região Sul (+10,7%), seguida pelo Sudeste (+9,3%). Em São Paulo, por exemplo, a conta de luz deve fechar este ano 7% mais cara e subir outros 9,1% em 2018.

A energia elétrica deve também ter um efeito não desprezível de 0,4 ponto percentual sobre a inflação medida pelo IPCA do ano que vem.

A previsão da TR inclui algumas premissas: as diferentes bandeiras esperadas ao longo do ano, os reajustes previstos para as principais distribuidoras e o regime de chuvas para o período.

As projeções são feitas para 13 regiões metropolitanas usadas como referência e que espelham o que ocorre no país. De janeiro a abril -o período considerado chuvoso-, as principais hidrelétricas brasileiras devem gerar em média o equivalente a 85% da energia que vendem, de acordo com a TR.

Isso significa dizer que, se as chuvas não ajudarem e as geradoras produzirem algo abaixo disso, as tarifas poderão subir ainda mais. Além do regime de chuvas, os encargos incluídos na tarifa também explicam as previsões pouco animadoras.

A conta que inclui todas as políticas públicas ligadas ao setor, como o programa Luz para Todos e a tarifa social de energia -chamada de CDE-, deve passar de R$ 9,3 bilhões neste ano para R$ 12,6 bilhões em 2018.

Quem paga a fatura -o tema está em audiência pública na Aneel, a agência reguladora- é o consumidor. Embora concordem que o quadro é dramático, analistas descartam ameaça de racionamento.Eles dizem que a usina de Belo Monte já opera em ritmo razoável e que o país dispõe de outras fontes de energia.

Uma delas, a energia térmica, mais cara, está entre as justificativas para o encarecimento da conta.

OUTROS RISCOS

O crescimento econômico é outro ponto de atenção para os especialistas. O consumo total de energia do país está em nível próximo ao registrado em 2014, e o setor se questiona como a demanda deve se comportar em um ambiente de retomada da economia -e seu impacto na tarifa, já que a procura maior por energia a encarece.

A consultoria GV Energy, por exemplo, prevê que a tarifa média de energia suba ao redor de 12% no ano que vem, diante de um volume de chuvas que deve se situar entre 90% e 100% da média histórica até o fim de abril.

Pedro Machado, diretor da GV Energy, diz que o viés é de alta se o crescimento econômico superar 2,6%.

A mediana dos economistas consultados pelo Boletim Focus, do Banco Central, já espera alta de 2,7% para o PIB do ano que vem.

Edvaldo Santana, presidente da Abrace, associação dos grandes consumidores de energia, também se preocupa com o efeito de um possível aumento do consumo de energia sobre preços, em especial para a indústria.

Os principais reservatórios no Nordeste e no Sudeste, ressalta Santana, estão nos níveis mais baixos da história. Segundo ele, se chover próximo à média de longo prazo, o reajuste pode ficar mais perto de 20%. Para afastar esse cenário, seria preciso chover de 30% a 40% acima da média.

Júlio Mereb, pesquisador do Ibre/FGV, diz que tarifas mais altas podem se refletir em queda da produção da indústria, além de impactar de alguma forma o consumo das famílias no PIB, embora isso seja difícil de mensurar. Ele diz que é possível um reajuste da tarifa residencial de até 15% no ano que vem.

Com informações da Folhapress.

Mais de 500 crianças carentes recebem brinquedos de vereador em Izacolandia

O vereador Domingos de Cristália , realizou a entrega dos presentes arrecadados, neste domingo (24), para cerca de 500 crianças carentes no Distrito de Izacolandia, na Zona Rural de Petrolina. Com a presença de diversos amigos que ajudaram na arrecadação dos presentes, o clima natalino tomou conta da quadra da Escola Estadual Monteiro Lobato.

Realizada há  mais de 20  anos, a entrega de presentes que acontece todo final de ano,  responde aos anseios das crianças que as vezes não tem o prazer de receber um mimo na festa natalina. O vereador, informou que foram arrecadados aproximadamente 800 brinquedos para serem distribuídos para as crianças de Izacolandia e adjacências.

“Neste ano tivemos uma participação muito maior de amigos  doadores em relação a 2016. Trouxemos uma parte dos presentes para Izacolandia. Outras crianças ainda estão sendo presenteadas . Cada criança que recebe um presente por menor que seja, significa especialmente para mim, um vitória”, destacou Domingos de Cristália.

Wilton Dias,morador da localidade,  falou da importância de receber um presente neste fim de ano.  “Infelizmente com essa crise estava impossível realizar o sonho de minha filha, pois eu não tinha dinheiro para comprar um presentinho. Mas felizmente ela foi contemplada na entrega feita pelo vereador  e agradeço de coração a quem doou o brinquedo, não só para ela, mas para todas as crianças”, disse.

Preta Gil é internada e cancela show em Belém: ‘Não estou bem’

 

Preta Gil é internada e cancela show em Belém: 'Não estou bem'

 

“Tive uma intoxicação alimentar. Tinha show em Belém, mas não estou bem para fazê-lo”, disse ela por meio de seu Instagram. Preta já estava na cidade onde se apresentaria quando passou mal, segundo informações da Quem.

 

 

 

 

 

 

Globo anunciou “o encerramento consensual do contrato” de Willian Waack

William Waack é demitido pela Rede Globo

Nesta sexta-feira (22), a Globo anunciou “o encerramento consensual do contrato” de Willian Waack. No entanto, segundo o colunista Ricardo Feltrin, do UOL, a demissão não foi tão de comum acordo assim e pode até acabar na Justiça.

A direção da Globo fez ao todo quatro reuniões com Waack e seu advogado desde o início de novembro, quando o jornalista foi afastado do “Jornal da Globo”.

Segundo fontes ouvidas pelo colunista Ricardo Feltrin, as quatro reuniões tiveram tensão, mal-estar e irritação por parte do jornalista, que vinha sendo pressionado a rescindir voluntariamente o contrato.

Waack deixou claro que considera descabida e humilhante a punição que recebeu por causa de um vídeo em que fez comentário racista (fora do ar) com um convidado no estúdio da emissora, em Washington, no ano passado.

“Do ponto de vista jurídico o caso pode se tornar uma batalha longa e espinhosa, com prejuízo para ambas as partes. Um dos argumentos em vista é que Waack fez um comentário jocoso em uma situação privada, na qual a emissora não teria o direito de puni-lo da forma que o fez. Afinal, quem permitiu a captação da conversa privada foi a própria emissora”, disse o colunista Ricardo Feltrin.

Susana Vieira recebe alta de hospital no Rio

Após sofrer trombose, Susana Vieira recebe alta de hospital no Rio

atriz Susana Vieira recebeu alta do hospital Vitória, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (22). A atriz foi internada na última segunda-feira (18) após sentir dor na perna ao voltar de viagem de Miami. Ela teria recebido diagnóstico de trombose. As informações são da revista Veja.

De acordo com sua assessoria, a atriz está repousando em casa. Na última terça, quando passou do Centro de Terapia Intensiva (CTI) ao quarto comum de hospital, a atriz agradeceu as mensagens de apoio dos fãs.

“Aproveito para tranquilizar a todos e dizer que estou no hospital como procedimento de segurança e para me recuperar mais rápido, mas muito em breve estarei em casa, se Deus quiser”, escreveu ela no Instagram.