Arquivo - 2017

1
Orocó: Prefeitura inicia convocação de aprovados em concurso
2
Governo publica indicação de Alexandre de Moraes ao Supremo
3
Mudanças no transito de Petrolina são anunciadas pela AMMPLA
4
Nos EUA, Sérgio Moro diz que Lava Jato irá fortalecer instituições brasileiras
5
Robson Rocha e Miguel Coelho…Estelionato eleitoral
6
7
O efeito Marisa
8
Novos professores são recepcionados na UPE
9
Possível indicado de Temer ao STF, Alexandre de Moraes é cheio de polêmica
10
Café com leite pode ser o culpado dos quilos a mais, diz estudo
11
Temer diz ter pressa na divulgação das delações da Odebrecht
12
Mina de ouro de Eike na Colômbia não produziu nem um grama
13
Temer anuncia novas regras do Minha Casa Minha Vida
14
Governo anuncia reajuste salarial para PM e Bombeiros
15
Lucas Ramos assumirá Comissão de Administração na ALEPE
16
DETRAN-PE discute melhoria do tráfego de dados

Orocó: Prefeitura inicia convocação de aprovados em concurso

A prefeitura de Orocó começou a convocação dos aprovados em concurso. Depois de muitas cobranças, o prefeito George Gueber  fez  valer a força das provas aplicadas, e convocou 103 aprovados no último concurso realizado na cidade.

A Prefeitura de  Orocó está convocando seus aprovados através deste Edital. O prefeito teve que ceder às cobranças que vinham da população e de vereadores , que se preparavam para convocar Audiência Pública na Câmara para cobrar explicações. O SINTEPE ,  Ministério Público e Tribunal de Contas já tinham entrado na peleja.

O concurso foi aberto em 2015, mas só agora, saem, enfim, as primeiras convocações.  O primeiro edital de convocação está publicado no site da CONSULPAM. Candidatos já podem acessar e providenciar os exames de saúde e documentação necessária para assumir as vagas.

@lingua

Governo publica indicação de Alexandre de Moraes ao Supremo

 

O presidente Michel Temer formalizou nesta terça-feira, 7, a indicação do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para exercer o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) na vaga deixada por Teori Albino Zavascki, que morreu em acidente aéreo no último dia 19 de janeiro. A mensagem que submete o nome de Moraes à apreciação do Senado Federal está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça.

Para assumir a vaga, Moraes terá de passar por sabatina e ter o nome aprovado pelos senadores, tanto em comissão quanto no plenário da Casa. A votação do nome do ministro no Senado deve ocorrer em três semanas. Se aprovado, Moraes será revisor de processos da Operação Lava Jato no plenário do STF.

O Diário Oficial desta terça ainda traz o despacho de afastamento de Moraes do cargo de ministro da Justiça pelo prazo de 30 dias. Ele ficará licenciado da função até a decisão final do Senado sobre sua indicação ao Supremo. O secretário executivo do Ministério da Justiça, José Levi do Amaral, assumirá o comando da pasta durante o período de licença do titular.

@lingua

Mudanças no transito de Petrolina são anunciadas pela AMMPLA

Os motoristas que circulam pelo Centro de Petrolina precisam ficar atentos às mudanças que ocorreram no trânsito nos últimos dias. Para facilitar o fluxo de veículos, garantir a segurança de pedestre e ciclistas, a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) modificou o trânsito em três pontos:1 – O trecho para quem seguia da Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, sentido Avenida da Integração, volta a funcionar como anteriormente, sendo necessário a realização do contorno no Monumento da Integração.

2 – Foi implantado um semáforo na Avenida Guararapes (ao lado da Igreja Catedral) para beneficiar os pedestres. “Para proporcionar maior segurança aos pedestres, colocamos um semáforo na Av. Guararapes, já que ali é um fluxo natural de pessoas. Por exemplo, todas as pessoas que vêm de Juazeiro de barquinha, tanto os que vão, passam por aquela Avenida e ali não tinha nenhuma passagem segura para atravessar, pois não tem faixa desde a Composé até a Prefeitura”, explicou Geraldo Miranda, diretor da AMMPLA.

3 – Quem vem da orla poderá acessar diretamente a Avenida Guararapes, através da Rua Joaquim André. Antes, era preciso entrar na Rua Dr. Júlio de Melo para chegar na Av. Guararapes.

Geraldo Miranda esclarece, ainda, que disponibilizará agentes de trânsito para realizar a orientação aos condutores sobre as modificações ocorridas.

Ascom

Nos EUA, Sérgio Moro diz que Lava Jato irá fortalecer instituições brasileiras

Sérgio Moro negou que as ações da Lava Jato sejam parciais e defendeu continuidade das investigações
Antonio Cruz/Agência Brasil –

Responsável pelas ações penais da Operação Lava Jato em primeira instância, o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR) afirmou nesta segunda-feira (6) que as investigações contra a corrupção que estão em andamento no Brasil possibilitarão o fortalecimento das instituições e reforçarão na sociedade a aversão contra o comportamento de pessoas públicas que descumprem a lei.

Sérgio Moro participou nesta segunda-feira de uma conferência na Universidade de Colúmbia, em Nova York, nos Estados Unidos. Ele ministrou uma palestra, que sofreu atraso em razão de protesto realizado por grupos que se opõem à condução da Lava Jato. Os manifestantes consideram que o magistrado atua sem imparcialidade.

Em sua fala, defendeu agilidade nas investigações da operação para que sejam evitadas as práticas de “obstrução” da Justiça , como costuma ocorrer quando há nomes de políticos e empresários importantes envolvidos. Ele disse que quem vive nos Estados Unidos não tem ideia do número de processos em andamento. “É além da imaginação”, disse. Moro acrescentou que o excesso de casos acaba permitindo manobras obstrutivas. “É uma história sem fim”, definiu.

O magistrado citou alguns contratempos enfrentados ao longo das investigações. Entre eles a morte do ministro Teori Zavascki, do STF (Supremo Tribunal Federal), no último dia 19 . Para ele, Teori era profundamente comprometido com a celeridade dos processos e disse esperar que o novo relator, Edson Fachin, dê continuidade a esse trabalho.

O juiz considerou que a corrupção se assemelha a uma “doença tropical”. Entretanto, seguindo ele, no Brasil , o combate aos desvios de políticos e empresários está mostrando à sociedade que é possível superar o problema.

Ele considerou infundadas as críticas de que a Lava Jato tem prejudicado a economia brasileira por envolver grandes empresas que geram investimentos e empregos. Disse que, se os investimentos foram planejados com essa noção de que não há corrupção, os recursos provenientes dos lucros das empresas vão ser dirigidos “para combater a miséria” e não para o pagamento de propinas.

Moro rebateu as acusações de que a Lavo Jato não tem a imparcialidade necessária a uma investigação judicial. “Isso não é certo.” Ele admitiu que, em alguns casos, segmentos da equipe de investigação vão além do esperado, mas esclareceu que os exageros não chegam a comprometer o resultado da operação. “Os crimes estão expostos e os procuradores e [integrantes do] Judiciário são sérios”.

Questionado por uma participante sobre os constantes vazamentos da Lava Jato, respondeu que “é muito difícil” saber a origem da informação quando ela sai do controle da investigação. “É muito difícil saber quem vazou para a imprensa”, disse. Indagado sobre o fato de aparecer em imagens ao lado de políticos que estão sendo investigados na Lava Jato, como o caso do senador Aécio Neves (PSDB-MG), argumentou que as fotos divulgadas se referem a um evento público em que, por acaso, os políticos investigados também participavam.

Por fim, atribuiu os boatos espalhados na internet de que seria um agente da CIA (órgão de inteligência do governo norte-americano) a uma “teoria da conspiração”, que busca tirar do centro do debate político os efeitos positivos das investigações.

 

Além de Sérgio Moro, o seminário contará nesta terça-feira (7) com palestra da presidente do STF , ministra Cármen Lúcia.
* Com informações da Agência Brasil

@lingua

Robson Rocha e Miguel Coelho…Estelionato eleitoral

Resultado de imagem para robson rocha petrolina

Ex-secretário da Juventude e qualificação profissional da prefeitura de Petrolina, Robson Rocha, se disse decepcionado com a postura do governo de Miguel Coelho.Ele comentou sobre as mudanças no Programa de educação Infantil Nova Semente, realizada pelo Governo Novo Tempo.

Segundo Robson Rocha, o prefeito de Petrolina Miguel Coelho (PSB), quando candidato apresentou  propostas no minio, impossiveis de realizar. A primeira  dizendo que ia fazer o Nova Semente de graça, mas surpreendeu os petrolinenses ao promover uma demissão em massa de mais mil  sementeiras.

“Nós entendemos que o governo é feito de prioridades e ao que parece a atual gestão não vai colocar como prioridade a Educação das nossas crianças e isso é um estelionato eleitoral. Pena que esse estelionato ainda não é crime, o prefeito dizer que tinha feito as contas para o Nova Semente de graça e as contas não deram certas. Tanto é que houve uma demissão em massa com mais de 90 unidades do Programa fechada em Petrolina”, destacou Robson Rocha, ressaltando ainda que os bairros: Alto do Cocar, Pedro Raimundo, Pedra Linda, Jardim Amazonas, Vale do Grande Rio estão sem acesso a educação infantil.

@lingua

O efeito Marisa

85

Quais serão as consequências da morte da ex-primeira dama Marisa Letícia na cena brasileira? Como a perda da companheira de 43 anos impactará o septuagenário Luís Inácio? Muitos já passaram pelo amargo insuportável dessa experiência, mas… suportaram.  A maioria segue em frente e alguns, com mais frequência homens, mesmo na terceira idade, reconstroem a vida afetiva. O tempo é forte anestésico e o abatimento vai sendo quase que compulsoriamente minado por outros sentimentos e vínculos que persistem, redimensionando relações e perspectivas. Essa não é a regra. Ainda assim, é o que predomina.

No caso de Lula, entretanto, é preciso considerar que ao peso do momento se somam dissabores capazes não apenas de sepultar sonhos que persegue desde a juventude metalúrgica,  mas de leva-lo à prisão e de destruir sua biografia. A provação do viúvo ainda inclui temores mais que justificáveis quanto ao destino dos filhos, ligadíssimos à mãe, dois dos quais também ameaçados por investigações com horizonte possível de prisão e perdas patrimoniais. A carga não é pequena.

Amigos do ex-presidente se perguntam como e se ele resistirá, ou, mais precisamente, se terá ânimo para abraçar a monumental empreitada de concorrer ao Planalto em 2018 – se a Justiça Eleitoral permitir, claro. A intenção anunciada do Partido dos Trabalhadores, antes do ACV que vitimou Marisa, era lançar a candidatura em abril. As pesquisas eleitorais, mostrando-o no topo das intenções de voto, deram dose adicional de combustível ao projeto. Compreensivelmente, ninguém ousará tocar no assunto sem um sinal do líder. E que sinal será esse é o mistério do momento. Três parecem ser as hipóteses possíveis. Na primeira, estatisticamente menos provável, Lula vergará sob a carga que o destino lhe está impondo e jogará a toalha, desistindo de disputas, voltando-se para a família e para efemérides eventuais em seu Instituto. Será o outono, serão os netos, a autobiografia… Na segunda, cumprirá o luto, sacudirá a poeira e tentará dar a volta por cima, retomando a pregação contra as elites e a favor dos pobres, mantendo viva as esperanças da militância e arquitetando a vingança eleitoral contra os adversários de sempre e, com gosto especial, contra os muitos que o traíram e abandonaram, após incontáveis ceias do poder.  A terceira hipótese quase repete a anterior, mas lança mão de um elemento emocional novo, o fim de uma parceria que ao longo de 43 anos compartilhou pobreza, militância, perseguição política, derrotas, ascensão, glória e (o atual) ocaso.

Nos últimos dias, Lula teria instruído os que o cercam a não fazer comentários políticos relacionados ao seu luto – do que foi exemplo a nota, sucinta e austera, com que divulgou o diagnóstico fatal da mulher.  Mas esse mesmo Lula sabe, como poucos, o quanto de simpatia popular despertam os que se apresentam como vítimas de injustiças.  Sugerir que a “perseguição desumana” da Lava Jato à mulher, mãe e esposa Marisa Letícia a levou à morte se encaixa como luva nesse figurino.

Ricardo Boechat

@lingua

Novos professores são recepcionados na UPE

A Universidade de Pernambuco convocou mais professores do último Concurso Público, realizado em 2016. Desta vez foram 38 professores das áreas de humanas, saúde e exatas que irão atuar nos campi da UPE em Garanhuns, Petrolina, Arcoverde, Serra Talhada, Salgueiro, Mata Norte, Mata Sul, Politécnica, Fcap e Camaragibe. Os cargos são para professores auxiliar, assistente e adjunto.

O reitor da UPE, Prof. Pedro Falcão, deu boas vindas a todos na última terça-feira, e ressaltou a importância da chegada do grupo às unidades, desejando um bom trabalho aos novos servidores da Universidade e lembrando que eles têm a missão de formar recursos humanos e gerar conhecimentos.

Os docentes foram aprovados no concurso público Sad/UPE de 2016, para atuar nos cursos de educação superior, em níveis de graduação e pós-graduação da Universidade.

A posse aconteceu na Reitoria da UPE e contou também com a presença da Pró-Reitora de Desenvolvimento de Pessoas (Prodep), Profª. Vera Gregório, e do Pró-Reitor de Graduação, Prof. Luiz Alberto Ribeiro Rodrigues.

@lingua

Possível indicado de Temer ao STF, Alexandre de Moraes é cheio de polêmica

Presidente Michel Temer indicou o atual ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para o cargo de ministro do Supremo
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 05.01.17

O presidente Michel Temer deve indicar, nesta segunda-feira (6), o atual ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). A vaga era ocupada por Teori Zavascki, que morreu em um acidente aéreo no último dia 19  de janeiro. O nome de Moraes teria ganhado mais força neste final de semana depois de receber respaldo de líderes partidários no Congresso Nacional. Anteriormente, o nome mais cotado ao cargo era do (também polêmico) presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), Ives Gandra Filho.

Caso seja indicado realmente, o advogado e jurista precisa ter seu nome aprovado pela maioria absoluta do Senado e, segundo as informações dos bastidores, espera-se que seja anunciado ainda nesta segunda-feira (6).  Alexandre de Moraes está no comando do ministério de Justiça e Cidadania desde maio de 2016, quando Temer assumiu a presidência interinamente, ainda durante o julgamento do impeachment de Dilma Rousseff.

Desde o início de 2017, o ministro da Justiça tem trabalhado para conter a grave crise carcerária que se agravou no País, anunciando medidas como o Plano Nacional de Segurança . No mínimo controverso, ele possui um histórico cheio de muitas polêmicas.

Muitas contestações envolveram a gestão de Alexandre de Moraes à frente da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo  (SSP-SP), cargo para o qual foi nomeado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) em dezembro de 2015. Já em janeiro do ano passado, pouco após assumir, foi questionado pelo fato de seu escritório de advocacia representar, em mais de uma centena de processos na área civil, uma cooperativa de transportes investigada por supostas ligações com a organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Em nota divulgada pela própria SSP-SP, Moraes assumiu ter defendido a pessoa jurídica da cooperativa, mas nenhuma das pessoas físicas investigadas. Ele acrescentou ter se afastado do exercício da advocacia antes de assumir o cargo como secretário.

Também em janeiro de 2016, o então secretário foi alvo de críticas de movimentos sociais após negar abusos da Polícia Militar na dispersão de manifestantes em protestos contra o aumento de passagens na capital paulista. Na ocasião, os manifestantes foram encurralados pela tropa de choque. Diversas imagens publicadas em redes sociais mostram cidadãos e jornalistas sendo agredidos por policiais, mas ele foi enfático ao negar o fato.

Outro fator que levantou discussão, foi parte de seu discurso de posse na secretaria, quando defendeu o uso de balas de borracha por policiais no controle de multidões. O recurso chegou a ser proibido por uma lei aprovada pela Assembleia Legislativa de São Paulo, mas acabou sendo vetada por Alckmin.

Mais um tema que gerou fortes críticas de juristas e especialistas, foi a atitude tomada pela SSP-SP, em fevereiro de 2016, de tornar sigilosos por 50 anos todos os boletins de ocorrência registrados pela polícia em São Paulo. Foram classificados como secretos também os manuais e procedimentos da Polícia Militar do estado. A decisão foi assinada pelo governador tucano.

Autor de dezenas de livros sobre Direito Constitucional, incluindo alguns best-sellers na área, Moraes é livre-docente da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, da Universidade de São Paulo (USP), mesma instituição pela qual se graduou, em 1990, e se tornou doutor, em 2000.

Além dos cargos no governo estadual, ele ficou conhecido como “supersecretário” da gestão de Gilberto Kassab na prefeitura de São Paulo, quando acumulou, entre 2007 e 2010, os cargos de secretário municipal de Transportes e de Serviços, tendo presidido ainda, na mesma época, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e a SPTrans, empresa de transportes públicos da capital paulista.

De 2002 a 2005,  Alexandre de Moraes ocupou a Secretaria de Justiça, Defesa e Cidadania paulista. E entre 2005 e 2007, foi titular do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), tendo sido eleito na vaga de jurista pela Câmara dos Deputados. Seu nome chegou a ser negado pelo Senado, mas acabou aprovado em segunda votação.

* Com informações da Agência Brasil

@lingua

Café com leite pode ser o culpado dos quilos a mais, diz estudo

©

O segredo para uma perda de peso eficaz e saudável está na mudança de pequenos hábitos. Há quem troque o pão branco pelo integral, quem substitua a manteiga pelo queijo branco e quem opte por excluir as geleias.

Mas, e se a culpa da incapacidade em perder os quilos a mais for do café com leite sagrado de todas as manhãs? Pois é, adicionar leite ao café (ou chá) e ainda por cima adoçar a mistura pode ser uma verdadeira ‘bomba’ calórica.

Um recente estudo publicado na revista Public Health, e citado pelo site LiveScience, afirma que as pessoas que misturam leite e café podem estar acrescentando cerca de 69 calorias, enquanto que com o chá o acréscimo é na ordem das 43 calorias. Estes valores podem ser mais ou menos relevantes, dependendo do tipo de leite usado, se integral, semi ou desnatado.

O estudo analisou mais de 13 mil apreciadores de café e 6,2 mil apreciadores de chá entre 2001 e 2012 e os seus hábitos, como se juntavam leite à bebida, creme, açúcar ou adoçante. A quantidade de vezes que bebiam por dia também foi verificada.

Para o chefe do estudo, o pesquisador Ruopeng An, estes valores até podem parecer irrisórios, contudo há pessoas que bebem duas xícaras de leite com café por dia – ou várias xícaras de chá com leite – às quais tendem a adicionar açúcar, que pode variar entre uma a duas colheres, dependendo da preferência pessoal.

Além disso, uma xícara de café com leite por dia equivale a mais 69 calorias, que no final de uma semana acrescem em 483 calorias ingeridas e num mês em 2.139 calorias. No final de um ano completo, o simples café com leite matinal provoca mais 25.185 calorias ingeridas, um número que pode fazer toda a diferença nas pessoas que não têm hábitos saudáveis.

Porém, é importante salientar que o café com leite não precisa, obrigatoriamente, de ser excluído da alimentação diária. Pelo contrário, o seu consumo é bem-vindo desde que seja feito um maior controle das quantidades, do tipo de leite usado e, sobretudo, da quantidade de açúcar adicionado.

@lingua

Temer diz ter pressa na divulgação das delações da Odebrecht

© Reprodução

O presidente Michel Temer afirma que “seria melhor para todos que as delações fossem logo divulgadas, e de uma vez”. O peemedebista se refere ao sigilo mantido pelo novo relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Edson Fachin, em torno das delações dos 77 executivos da construtora Odebrecht.

“Imagine o que poderia acontecer se as delações demorassem a ser divulgadas. Ou se fossem divulgadas aos poucos, uma por semana, digamos. Seria muito ruim para o país e, é claro, para o governo”, acredita o presidente.

Quando questionado sobre os estragos que as delações podem causar na imagem do seu governo, Temer diz que vai avaliar caso a caso, mas quanto a ele, está despreocupado. “Quem for atingido pelas delações que se explique e que se defenda. Depois avaliaremos o que fazer. Quanto a mim, minha preocupação com isso é igual a zero”, garante o presidente em entrevista ao O Globo.

Contudo, na delação do ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, Temer foi citado 43 vezes. Ele pediu R$ 10 milhões a Marcelo Odebrecht, então presidente da empresa, para a campanha eleitoral do PMDB de 2014. Como presidente do partido, uma de suas tarefas era arrecadar recursos para as campanhas.

“Não foram R$ 10 milhões. Marcelo doou pouco mais de R$ 11 milhões. O dinheiro foi depositado na conta do PMDB e pagou despesas de vários candidatos pelo país. Há comprovantes de tudo”, explicou Temer.

Quem se limita a ler apenas os títulos das matérias publicadas a respeito pode ficar com a impressão de que fui citado por envolvimento em 43 negócios. Mas não. Fui citado 43 vezes porque está escrito ali: Aí Temer me convidou para conversar. Aí Temer me recebeu na sala. Aí Temer perguntou se eu aceitaria um café… Para contar uma única história, meu nome foi mencionado 43 vezes.”

@lingua

Mina de ouro de Eike na Colômbia não produziu nem um grama

© Reuters

O empresário Eike Batista, antes de ser preso, na semana passada, acusado de pagar propina ao ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, disse, em entrevista à Rede Globo, que era dono de uma mina de ouro na Colômbia. “É a maior mina de ouro da Colômbia. Cem por cento minha”, disse Eike.

Na La Bodega, nome da mina, nada de ouro e prata, mas, sim, muita polêmica. A equipe do Fantástico foi à Califónia, no país colombiano. Um vilarejo localizado no Nordeste com 1.800 habitantes. Segundo a reportagem, há mais de 20 anos que não há produção de ouro na região.

“Nem um grama”, garantiu Fredy Gamboa, presidente do Sindicato dos Mineiros da região. Ele ainda ressaltou que as empresas que chegaram lá “nunca saíram da fase de prospecção”.

As oportunidades de ouro na região eram grandes. A primeira empresa que chegou encontrou boas possibilidades de investimento e expansão da riqueza mineral, o que chamou a atenção de mineradoras multinacionais. Em 2011, foi a vez de Eike. O empresário comprou a La Bodega, que pertencia a um grupo canadense, por quase R$ 1,4 bilhão.

Um geólogo colombiano negou a afirmação de Eike sobre a mina ser a maior do país. “É uma mina com grande potencial, mas não é a maior. É boa, mas hoje não é a maior”, disse. Na época da compra, foi feito um vídeo institucional, que prometia um mega desenvolvimento na região.

“Nesse projeto, entramos com mão de obra barata. As melhores vagas nunca foram para pessoas do município. Fomos postos de lado e a empresa não fez nada para a infraestrutura do município. O senhor Batista não deixou nenhuma obra aqui”, desabafou Rosa Mira Mendoza, líder comunitária, acrescentando que ficou feliz em saber que Eike tenha falido.

Aquisição

Um doleiro ouvido na investigação revelou que a compra da La Bodega foi utilizada como justificativa para pagar uma propina de R$ 55 milhões para Cabral. Para repassar o dinheiro, contou o doleiro, Eike elaborou um contrato fictício simulando que o profissional ganhava comissão para viabilizar o pagamento ilícito.

Atualmente, a mina de ouro não pertence mais à OAX, empresa que integrava o “Império X”. Foi vendida a um novo fundo de investimentos de Abu Dhabi por um valor irrisório, já que a companhia de Batista devia milhões aos financistas árabes.

@lingua

Temer anuncia novas regras do Minha Casa Minha Vida

© Beto Barata/PR

Para estimular a construção civil e ampliar o número de famílias atendidas, o presidente Michel Temer deve anunciar na próxima segunda-feira (6) as novas regras do programa habitacional Minha Casa Minha Vida. Com o objetivo de alcançar 600 mil contratos em 2017, a renda máxima para adesão ao programa passará de R$ 6.500 para R$ 9 mil e o valor máximo de venda do imóvel irá de R$ 225 mil para R$ 240 mil.

O governo também deve editar uma Medida Provisória (MP) que restringe a desistência da compra do imóvel. Quando entrar em vigor, a construtora poderá reter 80% do valor pago pelo comprador. Atualmente, o percentual varia de 10% a 15%, o que, segundo os empresários, não é suficiente para cobrir os custos. Eles defendem também que o valor de referência nesses casos seja o do contrato e não o já pago pelo comprador.

Os limites de faixa de renda familiar serão corrigidos pela inflação: a faixa intermediária, de R$ 2,3 mil subirá para R$ 2,6 mil; a de R$ 3,6 mil chegará a R$ 4 mil e a de R$ 6.500 a R$ 7 mil, segundo O Globo.

As mudanças devem ser apresentadas ao Conselho Curador do FGTS antes do anúncio do Palácio do Planalto, ambos nesta segunda.

A ampliação do valor do imóvel dentro do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) também deve ser anunciada em breve. O valor deve saltar de R$ 950 mil para R$ 1,5 milhão nas capitais, como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Brasília.

@lingua

Governo anuncia reajuste salarial para PM e Bombeiros

Resultado de imagem para soldados e bombeiros

O Governo de Pernambuco informou em nota que encaminha, na próxima segunda-feira (06/02), à Assembleia Legislativa, o projeto de lei estabelecendo o reajuste do soldo da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) e do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE).

“Representando um grande esforço financeiro para os cofres estaduais, no maior acordo de valorização funcional da história de Pernambuco, no momento em que o Brasil passa pela maior crise financeira da história, da qual o nosso Estado não está imune”, afirma em nota.

O reajuste representará um acréscimo de R$ 303 milhões na folha de pagamento de 2017. A proposta estabelece as correções para os meses de Maio de 2017, Abril de 2018 e Dezembro de 2018. Na tabela abaixo, estão os valores atuais e os corrigidos até o final do próximo ano:

“Os novos valores são o resultado de muito diálogo,  em 17 reuniões realizadas entre o Governo do Estado e os comandos da PMPE e do CBMPE, que representam a tropa na valorização das duas corporações. Pernambuco será um dos primeiros Estados do Brasil a priorizar a equiparação entre as corporações militares e a Polícia Civil, que será atingida no final de 2018”, informa o texto.

O objetivo da proposta encaminhada para apreciação da Assembleia Legislativa visa o incentivo à carreira militar, com uma estruturação que levará à criação de 300 novas vagas de subtenente (200 em 2017 e 100 em 2018) e 18 vagas de coronéis (12 em 2017 e 6 em 2018). O subtenente é o topo da carreira dos graduados e o coronel é o topo da carreira dos oficiais. Essas duas faixas terão um reajuste médio de 25% no soldo.

A nota acrescenta que nos últimos dois anos, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar receberam um aumento médio de 20% em 2015 e 20% em 2016. A política salarial tem objetivado reduzir a diferença de soldo entre os oficiais e os praças.

“Infelizmente, durante todo esse processo, iniciado em novembro de 2016, as associações militares se negaram a conversar com os comandos militares” diz.

@lingua

Lucas Ramos assumirá Comissão de Administração na ALEPE

Com o início dos trabalhos no segundo biênio do poder legislativo, a composição das comissões parlamentares permanentes da Casa Joaquim Nabuco é alterada.

Entre as mudanças, o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) deixará a vice-liderança da bancada governista para assumir a presidência da Comissão de Administração Pública, uma das mais importantes da Assembleia Legislativa de Pernambuco e responsável pela análise de projetos relativos a obras públicas, estrutura do poder executivo, previdência e assistência social dos servidores.

Para Lucas, a indicação para presidir a comissão foi tomada em conjunto com outros parlamentares. “Os membros da comissão sinalizaram o interesse para que pudéssemos conduzir os trabalhos na condição de presidente pelos próximos dois anos. É um desafio que aceitamos com muita honra”, refletiu.

Lucas também terá assento como membro da Comissão de Constituição, Legislação e Justiça. “Nossa indicação reafirma a confiança que o governador Paulo Câmara e os demais parlamentares depositam em nosso trabalho”, analisou. “Estaremos ainda mais dispostos a trabalhar pelo desenvolvimento de Pernambuco e por ações que tragam melhorias para todos os pernambucanos”, concluiu.

@lingua

DETRAN-PE discute melhoria do tráfego de dados

O secretário estadual das Cidades, Francisco Papaléo e o diretor presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, Charles Ribeiro, receberam hoje (02), o diretor técnico operacional da Telecomunicações Brasileiras -Telebras e o gerente regional, respectivamente, Jarbas Valente e Marlos Andrade.

O objetivo do encontro foi tratar sobre o potencial de consumo de dados do Órgão, visando traçar uma proposta para elevar a qualidade da comunicação do DETRAN-PE e todos os seus pontos de atendimento com a base de informação da Autarquia e consequentemente, melhorar o atendimento para os usuários.

Acompanharam as discussões o gerente de informática do DETRAN-PE, Décio Lira, o diretor de tecnologia da informação do Grande Recife Consórcio de Transporte, Fernando Guedes e assessores técnicos da Telebras.

De acordo com Ribeiro, a reunião teve o proposito de firmar parceria com a Telebras, pois ela tem condições de fornecer estratégias de soluções de telecomunicações para administração pública, atuando como agente de desenvolvimento, além de democratizar o acesso a informação, principalmente a internet, serviço esse, primordial para o bom andamento do DETRAN-PE.

Além disso, foi tratado ainda sobre a internet móvel, serviço que poderá ser disponibilizado ao Órgão através do satélite da Telebras, o que irá possibilitar o funcionamento do DETRAN Itinerante em qualquer região do Estado.

@lingua