Arquivo - Setembro 2016

1
Três pesquisas, três mentiras! Petrolinense tá confuso, qual das pesquisas é verdadeira. Nenhuma?
2
Nota de Utilidade pública : “Programa Nova Geladeira”
3
Justiça Eleitoral proíbe pesquisa do IBOPE em Petrolina. 101%?
4
Bancários param e decretam greve
5
Ministros de Temer no olho do furacão
6
As “DR’s” de Michel Temer e o Papa Francisco
7
Gás de cozinha chega a R$ 70
8
9
“O Povo Sem Medo”
10
A verdade sobre o matadouro de Petrolina
11
Bancada do Jornal Nacional vai mudar o comandante. Vem aí.Evaristo Costa
12
Bancários entram em greve a partir de terça-feira(6) em Pernambuco
13
Governo prorroga até dezembro prazo para saque do abono salarial
14
Sem perder a esperança de um novo julgamento, Dilma recorre ao STF
15
Apenas 59 candidatos em Petrolina têm nível superior
16
Depois de bater, Temer assopra e define o salário minimo de 945,80 para 2017

Três pesquisas, três mentiras! Petrolinense tá confuso, qual das pesquisas é verdadeira. Nenhuma?

As pesquisas divulgadas nesta semana em Petrolina, entre
os dias 06 e 07 de setembro, deixaram no mínimo o eleitor do município com uma
pulga atrás da orelha.   O problema é que três institutos divulgaram os
nomes de candidatos que estariam na frente na opinião popular. Até aí tudo bem!
Só que para espanto da população cada instituto colocou “seu” candidato como
vencedor na pesquisa.  O disparate nos números
ficou claro e foi um recado dos institutos mostrando que a pesquisa foi encomendada
na intenção de favorecer quem a encomendou.
Qual está certa e qual está errada? As pesquisas
tem um tom partidário e não conseguem dar uma resposta convincente. Parece que
a metodologia utilizada foi de verdade amadora e sem respaldo.
Grosso modo
A decisão do voto é realmente do eleitor, no
entanto os candidatos querem influenciar o votante dizendo que é o melhor nas
pesquisas, e por isso contratam institutos tendenciosos e que só visam o lucro,
deixando a verdade de lado e fazem as pesquisas grosso modo.

 

Cauby Fernandes

Nota de Utilidade pública : “Programa Nova Geladeira”

A prefeitura de Petrolina através da Secretaria de Cidadania em parceria
com  a Companhia Energética de Pernambuco
– Celpe,  informa a população que a nos
dias o8  e 09  de setembro, estará  realizando  o “Programa Nova Geladeira”. A ação social
pretende entregar 180 geladeiras, como também  lâmpadas de LED para os cadastrados nos
programas sociais do município.
O Programa Nova Geladeira para clientes de baixa renda, acontecerá
em frente ao Parque Municipal Josefa Coelho em  Petrolina, e contará com a Unidade Móvel da
Celpe, fazendo o Cadastro para aquisição de lâmpadas e troca de geladeiras,
como também a Unidade Móvel do Programa Bolsa Família, que além de cadastrar
novos beneficiários, vai atualizar o cadastro dos usuários dos Programas
sociais do Governo federal.
Sobre a parceria da Prefeitura Municipal de Petrolina e Celpe, o
prefeito Julio Lossio, afirmou que parcerias com a Celpe ajudam na qualidade de
vida do povo petrolinense. “Queremos
alcançar cada dia mais, a classe menos beneficiada e o Programa Geladeira
Nova, sem dúvidas favorece a quem mais precisa. Com essa iniciativa a
Secretaria de Cidadania oferece melhores condições de vida a população da nossa
cidade, afinal com a troca, o valor da conta de energia diminui, além de
proporcionar uma melhor qualidade de vida”, observou.
Adinai Viana, Secretária de Cidadania também comentou sobre as ações
promovidas em conjunto com a Celpe. “Acreditamos nas atuações que são feitas em
conjunto, até por que, quando realizadas em parceria, o sucesso é certo. Cada
um na sua especialidade continuamente tem alguma coisa nova a acrescentar. Ter
o grupo da Secretaria de Cidadania aliada com a equipe da Celpe, os resultados serão
positivos” finalizou a secretária.
O cadastro será feito entre as 07 h e às 17h, do dia 08/09, e a entrega
geladeiras e lâmpadas, será feita a partir das 08h do dia 09/09.
Cauby fernandes

 

Justiça Eleitoral proíbe pesquisa do IBOPE em Petrolina. 101%?

A divulgação da pesquisa IBOPE encomendada pela TV Grande Rio em
Petrolina, foi proibida pela Justiça Eleitoral. A pesquisa seria passada ao
telespectador nesta terça-feira (06).
A decisão foi tomada pela Juíza da 83ª Zona Eleitoral que
assinou liminar determinando a suspensão da pesquisa IBOPE. No documento da
justiça Eleitoral existe um destaque afirmando que na soma total, as
porcentagens apresentadas, trazem o numero de 101% (cento e um por cento), o
que claramente demonstra a existência de erro na pesquisa.
Para entendidos no assunto, fica visível a má fé usada com fins
eleitoreiros. Somando 101%, a pesquisa não pode ser considerada tecnicamente sólida,
de modo que o seu resultado final influencia indevidamente o eleitorado. 
.
Segundo a Justiça Eleitoral existem outros pontos que demonstram
falhas. A decisão da justiça destacou que a pesquisa do IBOPE não distinguia os
eleitores de acordo com sua faixa de rendimento mensal, classificando
equivocadamente os eleitores de baixa renda com aqueles de alto poder
aquisitivo. Como todos sabem, os eleitores de baixa renda representam a
grande maioria da população, a pesquisa não levou em conta esse dado e desconsiderou essa realidade.

A
Justiça Eleitoral assegurou que os absurdos verificados no registro da pesquisa,
precisavam de mais veracidade, razão pela qual a pesquisa foi vedada. Se fosse
divulgada a pesquisa poderia impactar no resultado do pleito eleitoral.
Devido a essas irregularidades, a Justiça Eleitoral decidiu que
se a pesquisa for divulgada, desacatando assim a decisão judicial, aos responsáveis
será aplicada uma multa no valor de R$ 20.000,00.
Cauby Fernandes

Bancários param e decretam greve

Bancários de todo o país entram em greve nesta terça-feira, 6,  e a greve foi deflagrada depois da rejeição  de uma a proposta oferecida pela Federação
Nacional dos Bancos (Fenaban).
As exigências incluem reajuste salarial, reposição inflacionária
de 5%, antecipação e aumento também  na
participação dos lucros. Os bancários ainda querem aumento do piso salarial,  do vale-alimentação e plano de carreira
estabelecido. Os  grevistas ,avisam que
as paralisações acontecem  em todo o
território nacional e que tudo está detalhado com condições definidas em
assembleia que aconteceu na segunda, 5, em Brasília.
Segundo a organização do movimento  grevista, o movimento tem prazo indeterminado
e nãoacarretará  prejuízos para a
população. “A greve é nacional e com prazo indeterminado, porém os caixas eletrônicos
 vão continuar funcionando e os
correspondentes bancários também funcionarão normalmente”.
Os  organizadores disseram
 que a proposta exposta está inferior a
inflação do período, que é de 9,57%. O pedido da categoria é de pelo menos 5%
de aumento real. “Nossa reivindicação é de pelo menos 15% de reajuste
salarial. O que eles oferecem é 2,8% abaixo da inflação do período”,
informa.
A proposta da Fenaban, rejeitada pela categoria, é de reajuste
de 6,5% (para uma inflação de 9,57%) e abono de R$ 3 mil, que não incide sobre
os salários, nem sobre o FGTS, as férias ou o décimo terceiro.

Cauby Fernandes

Ministros de Temer no olho do furacão

Os ministros de Temer que se
cuidem! A população já decidiu que não quer o seu governo e seus comandados, mesmo
que esses tenham a titularidade da cargo.  
Na última semana, o ministro da
Cultura Marcelo Calero foi chamado de “golpista” na sessão de
encerramento do Festival de Cinema de Petrópolis (RJ),  e em outro momento no Festival de cinema em Gramado .
Na cidade de Gramado (RS), o clima foi mais tenso e o  vexame aconteceu  onde era esperada  a exibição do filme “Aquarius”, do pernambucano
Kleber Mendonça Filho, que abriu a programação do Festival de Cinema daquele município. Lá, Marcelo Calero foi vaiado e chamado de “golpista”. Ele não aguentou e reagiu, abandonando o evento  em sinal de protesto.
Michel Temer sugeriu aos seus
ministros que se caso fossem chamados de “golpistas”, que reagissem e não
aceitassem de cabeça baixa os insultos, já que segundo Temer, seu governo é
legitimo e merece respeito.

Cauby
Fernandes

As “DR’s” de Michel Temer e o Papa Francisco

O
presidente Michel Temer (PMDB) disse neste domingo (4) que conversa repetidamente
com os partidos para “conservar a todos unidos” no governo, falando de sua base
política. “O que eu mais faço é discutir relação, faço isso
permanentemente”, disse, em rebate às afirmações do presidente do PSDB, Aécio
Neves, ao jornal “O Globo” de que o recém-nomeado presidente precisa dialogar
com os tucanos sobre as melhoras esperadas para manter a sua governabilidade.
“Com quase
20 partidos na nossa base, se não houver dialogo e se não o fizer
permanentemente, não se consegue manter união. Quando tivermos dois, três
partidos fica mais fácil, mas por enquanto carecemos conversar intensamente”,
disse Temer.  O presidente ainda disse que
“com a base concreta é que nós vamos conseguir aprovar questões visivelmente
difíceis, mas que trarão efeitos benéficos no futuro”.
O presidente comentou ainda as declarações do papa Francisco neste
sábado (3) de que o Brasil atravessa um momento triste. Ao pedir que rezem
pelo Brasil, disse Temer, o papa “revelou uma preocupação com o Brasil, uma
preocupação que todos temos”.
“Acho
que alegria vem pouco a pouco. Se nós pegarmos que saímos de um instante um
pouco complicado, eu não tenho a menor dúvida disso. Foram três meses de um problema
político-institucional que gerou conflitos”, disse Temer.
Questionado sobre se o papa estaria equivocado, o presidente rapidamente disse: “Equivocado jamais”. Um dia depois de ter criticado as manifestações pró-Dilma, que disse serem “inexpressivas”, Temer voltou ao assunto neste domingo (4), explicando sua posição. “Aquele movimento de junho de 2013, ele naufragou por causa dos depredadores. Vocês se lembram que, quando começaram a depredar, o movimento ficou paralisado. Exata e precisamente o que mostra que o povo brasileiro não é afeito a depredação”, disse.

Cauby
Fernandes

Gás de cozinha chega a R$ 70

O
preço do gás de cozinha vai estar 10% mais caro a partir da segunda-feira (5).
O valor do botijão de 13 kg que já é caríssimo, agora vai se tornar mais caro
ainda, podendo variar entre R$ 65 e R$ 70.
E
não para por aí. Os consumidores poderão sentir seu dinheiro indo embora se
forem comer fora. È que com o aumento do produto, os bares e restaurantes
também aumentarão seus preços nas refeições para não sofrerem sozinhos o baque
no orçamento, e repassarão ao cliente o custo da conta.
Esse
reajuste já esperado para o mês de setembro. Esse mesmo aumento aconteceu no ano
passado no mesmo período. Entretanto, na época, a Petrobras também fez seu
reajuste do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o que fez o aumento do preço do
gás em 2015 ficar próximo de 25%.
O Gás Liquefeito de
Petróleo (GLP) é vendido no Brasil pela Petrobras às distribuidoras, que são os
fornecedores dos revendedores.

Cauby Fernandes

“O Povo Sem Medo”

Diversas praças nas cidades
do Brasil, foram invadidas por milhares de pessoas, que entenderam que o país
precisa de urgentes mudanças para melhor. Enganou-se quem pensava que depois do
impeachment um mar de calmaria se instalaria  no Congresso Nacional. Temer sente na pele a
rejeição do povo ao seu mandato, que para todos é visto como golpe.
O protesto organizado pelo
movimento  “O Povo Sem Medo” reivindica
plebiscito para  novas eleições. O grito de “Fora Temer”, já não é apenas de duas ou três cidades,
mas sim de um país inteiro, e que ecoa inclusive pelo mundo a fora. Pesquisam  de opinião  indicam que o governo Temer está fadado ao
declínio e será desmantelado.
Quem era contra Dilma e, agora, revisa sua posição e pede a expulsão
de Michel Temer do governo.

Cauby Fernandes

A verdade sobre o matadouro de Petrolina

Muito
se fala sobre a qualidade da carne consumida no Brasil e volta e
meia são produzidas matérias jornalísticas com denúncias de aberrações assustadoras
sobre doenças, mostrando o descontrole sanitário, escancarado na maioria
dos matadouros com a evidente falta das regras de higiene.
Em Petrolina, o Ministério Público aconselhou que
se fechasse o matadouro público, razão pela qual houve um estardalhaço em toda
a cidade. Os “marchantes” não entenderam a determinação e culparam a gestão municipal pela desativação do matadouro.
Aceitar
e comercializar os produtos disponibilizados no mercado por certos matadouros, ou fazer vistas grossas
à sua existência, pode acarretar inúmeros transtornos e prejuízos não só à
saúde da população, que consome esses produtos irregulares, como também à
natureza, aos cofres públicos e até mesmo aos próprios animais, já que são
abatidos da forma mais transgressora possível.
Segundo disse o prefeito Julio Lóssio, um
abatedouro será entregue á população dentro em breve, e será construído no
Distrito de Rajada, que fica distante da sede do município cerca de 60 quilômetros.
Depois de tanta conversa sem nenhum acordo e sem de
fato chegar a um lugar comum, a promotora de Justiça Ana Cláudia de Sena, disse
que conforme prevê as Leis Estadual e municipal, cabe à ADAGRO a fiscalização, e
a Agencia municipal de Vigilância Sanitária, a inspeção.
Segundo
a representante do MPPE, também cabe às duas agências a aplicação de multas e
outras sanções aos infratores das leis, decretos, portarias e normas de defesa
sanitária animal.
Para Jarbas Costa, Diretor-presidente da Agência de
Vigilância Sanitária de Petrolina, o
matadouro não tinha condições de permanecer aberto. 
“As condições eram precárias
no matadouro no que diz respeito às condições sanitárias. O matadouro de
Petrolina não tinha a mínima condição de funcionar. Seriam necessários R$ 4
milhões para tornar o matadouro apto com todas as condições sanitárias de
funcionamento”, concluiu.
Por fim fica certo que Petrolina e o vale do São Francisco
pernambucano precisam sim, de um abatedouro de qualidade e que traga
tranquilidade para quem compra carne na cidade. É preciso lembrar que o
fechamento do matadouro ajuda a população no sentido do cuidado, e aumenta a prevenção
contra as doenças que uma carne mal processada pode trazer à saúde.
Cauby Fernandes

Bancada do Jornal Nacional vai mudar o comandante. Vem aí.Evaristo Costa

Quem diria? A  Rede Globo,ao que parece, pode estar prestes  a fazer uma
dança das cadeiras no  Jornal Nacional, o
jornal mais assistido no País. A bola da vez e que pode assumir o lugar de William Bonner,
seria o apresentador Evaristo Costa  que atualmente apresenta o jornal hoje.
Evaristo estaria sendo treinado pela Rede Globo, já há alguns meses.
Willlian Bonner,
que tem  na casa  30 anos,  está no comando do “Jornal Nacional” há 20. No
entanto o chefão seria mantido como editor-chefe do telejornal, porém se
afastaria do posto de âncora que exerce atualmente.

Por Cauby
Fernandes

Bancários entram em greve a partir de terça-feira(6) em Pernambuco

Depois  da assembleia realizada na noite da
quinta-feira (1º), os bancários de Pernambuco definiram, por unanimidade, interromper
os serviços bancários a partir da terça-feira (6).
Os bancários  estiveram 
reunidos  na sede do Sindicato, no bairro da Boa Vista, debatendo se aceitariam ou não a sugestão de
reajuste salarial feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), a
entidade ofereceu  aumento de 6,5% e
abono de R$ 3 mil.
Dentre as
principais reivindicações da classe, estão o reajuste salarial de 14,78%,
participação nos lucros e resultados de três salários mais R$ 8.297,61; piso
salarial de R$ 3.940,00.
Outra exigência dos
 bancários diz respeito à segurança nas
agências  e auxílio-educação.Depois de cinco rodadas de negociação sem
acordo com a Fenaban, o sindicato defende a paralisação da categoria. Os  profissionais presentes na assembleia optaram
pela greve.

Por Cauby Fernandes

Governo prorroga até dezembro prazo para saque do abono salarial

Uma boa noticia chega em boa hora  para  quem precisa de um dinheiro extra e tinha perdido o prazo pra retirar o PIS/PASEP. O governo ampliou mais uma vez o prazo para saque do abono salarial (ano-base 2014). A data limite era ontem (31), mas foi alterada para 31 de dezembro. A decisão de ampliar o prazo foi tomada durante reunião do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) presidida pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. O primeiro prazo havia vencido em 30 de junho e foi prorrogado até 31 de agosto. Quase 1 milhão de trabalhadores tem direito ao benefício do PIS/Pasep, ano-base 2014, no valor de R$ 880, informou o Ministério do Trabalho.
“Fizemos intensa campanha na mídia e nas entidades laborais e patronais e, até esta data, foram pelo menos 200 mil trabalhadores que sacaram o abono, após o prazo final de 30 de junho. Tenho certeza de que vamos alcançar uma boa fatia desse 1 milhão de trabalhadores que ainda não sacaram com a ampliação do prazo para o final do ano”, ressaltou o ministro por meio de sua assessoria.
Quem tem direito
Tem direito ao benefício os empregados que receberam de empregadores que contribuem para o Programa de Integração Social (PIS) ou para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) até dois salários mínimos médios de remuneração mensal; tenham exercido atividade remunerada pelo menos durante 30 dias no ano-base 2014; estejam cadastrados há pelo menos cinco anos e que tenham sido informados corretamente na Relação Anual de Informação Social (Rais).
Consulta
Para saber se tem direito ao abono, o trabalhador deve ligar para o número 158, do Ministério do Trabalho. Também é possível obter informações na Caixa ou no Banco do Brasil, pelos números 0800 726 0207 e 0800 729 0001.
Para consultar pela internet, é preciso acessar o site do Ministério do Trabalho e clicar no banner Abono Salarial, localizado na parte superior da tela. No local, é possível visualizar a lista dos trabalhadores que ainda não fizeram o saque, dividida por estado e município e em ordem alfabética. Outra alternativa é ir direto ao siteabonosalarial.mte.gov.br/.(AB)

Sem perder a esperança de um novo julgamento, Dilma recorre ao STF

A defesa de Dilma Rousseff entrou com mandado de segurança já nesta quinta-feira 1º junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) questionando alguns pontos do processo de impeachment, concluído ontem, e pedindo a anulação do processo. A votação foi concluída na tarde desta quarta, com um placar de 61 votos a 20 a favor do afastamento definitivo de Dilma.
O recurso impetrado por José Eduardo Cardozo, responsável pela defesa da petista, questiona, por exemplo, a mudança de acusação no relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) e pede a anulação de todo o processo alegando falta de justa causa para o impeachment. A defesa pede liminar para que Michel Temer volte a ser interino.
Cardozo considera que os direitos de Dilma foram violados. Ele também apontará que a denúncia se fundamenta no artigo 11 da Lei do Impeachment, que não está adequado à Constituição de 1988, já que foi feito quando era vigente a Constituição de 1946. O relator do recurso será o ministro Teori Zavascki.

Apenas 59 candidatos em Petrolina têm nível superior

Menos de 20% dos candidatos ao
cargo de vereador nas eleições deste ano em Petrolina tem ensino superior
completo, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Dos 305 registros de
candidatura, apenas 59 , ou 19,95%, são de pessoas com alguma formação superior.
Apesar do avanço no número de
candidatos que cursaram ensino superior, a proporção daqueles que sequer
concluíram o fundamental aumentou. Conforme dados do TSE, 30 nomes, o
equivalente a 9,18% dos que buscam uma cadeira no legislativo, não terminaram
esse nível de ensino.
Dos que fazem campanha neste ano,
45, ou 16,27%, terminaram o fundamental e não fizeram o ensino médio. Mais de
um  terço dos que buscam vaga no
Legislativo nas eleições deste ano possuem o ensino médio. São 115 candidatos,
o que corresponde a mais de 33,%.
Dos 305 candidatos ao cargo de
vereador neste ano, 24, ou 7,%, não terminaram o ensino médio. Já aqueles que
começaram curso superior, neste ano são 32, o que representa 11% do total.
Falta de formação atrapalha?
Embora a possibilidade de que
pessoas sem formação possam participar da vida política, como representantes,
existe um problema no que diz respeito à necessidade de saber administrar. A  formação de um ocupante do Legislativo e do
Executivo é necessária para dar embasamento maior para que se exerça a função.
Situação dos candidatos em
Petrolina:
                     MÉDIO COMPLETO                                  115
FUNDAMENTAL INCOMPLETO                                  30
     FUNDAMENTAL
COMPLETO                                  45
         SUPERIOR
INCOMPLETO                                   32
               
MÉDIO INCOMPLETO                                   24
            
SUPERIOR COMPLETO                                   58
                                               TOTAL                               305

Por
Cauby Fernandes

Depois de bater, Temer assopra e define o salário minimo de 945,80 para 2017

O agora empossado, e novo (?) presidente do Brasil, Michel Temer, depois
de consumado o impeachment de Dilma Rousseff, decidiu jogar para a plateia definindo
o salário mínimo a partir de janeiro de 2017.
 Com aumento de 7,5%, que segundo
especialista está ligeiramente acima da inflação de 7,2%,  esperada para este ano, o valor do salário mínimo
passará a ser de R$ 945,80.

Em 2015, o PIB teve queda de 3,8%, mas o governo está desconsiderando
isso da previsão do reajuste. Pelo princípio, o governo  deve ajustar o
piso salarial pela inflação do ano anterior e pelo Produto Interno Bruto (PIB)
de dois anos antes. O valor do mínimo está na proposta de Orçamento da União
que foi encaminhado e ao Congresso Nacional.