Governo anuncia cancelamento de 422 mil benefícios sociais

Governo anuncia cancelamento de 422 mil benefícios sociais

Resultado de imagem para letra a

pós um trabalho de revisão de benefícios sociais concedidos pelo governo federal, 422 mil serão cancelados, sendo 228 mil auxílios-doença, 43 mil aposentadorias por invalidez e 151 mil benefícios de Prestação Continuada (BPC). O trabalho de revisão de benefícios vai continuar até o fim do ano. O anúncio foi feito nessa segunda-feira (16), em Brasília, pelos ministros do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, e do Planejamento, Esteves Colnago.

Diversos benefícios de programas sociais estão sendo revisados pelo governo federal, para verificar se os beneficiários ainda cumprem os requisitos apresentados no momento da concessão do auxílio. Segundo o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, o objetivo é revisar 1,8 milhão de benefícios, entre auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. Após o pente fino, a expectativa do governo é chegar a 1,1 milhão de benefícios mensais. A economia total com as medidas pode chegar a R$ 20 bilhões.

Auxílio-doença

No caso do auxílio-doença, os beneficiários foram convocados para novas perícias. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, na primeira fase, entre 2016 e fevereiro de 2018, foram realizadas 252 mil revisões de um universo de 553 mil previstas. Destas, 228 mil foram canceladas, seja por indicação da perícia ou por não comparecimento, um índice de cerca de 82%.

Desde agosto de 2016, a revisão de auxílio-doença gerou economia de R$ 7,6 bilhões.

Aposentadoria por invalidez

Quarenta e três mil benefícios de aposentadoria por invalidez serão cancelados. Neste caso, como há um processo de transição para o cancelamento total, que se estende por um ano e meio, a economia em 2018 será de R$ 500 milhões mas pode chegar a R$ 5 bilhões em 2019.

Prestação Continuada

O Benefício de Prestação Continuada é oferecido a 4,4 milhões de beneficiários de baixa renda, sendo 2,4 milhões de idosos e 2 milhões de pessoas com deficiência.

O governo vai cancelar 151 mil benefícios de pessoas que não atendem mais os requisitos mínimos para receber o auxílio. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, a economia com os cancelamentos pode chegar a R$ 1 bilhão por ano.

GovData

A revisão do BPC, especificamente, foi feita a partir da uma nova plataforma de integração de dados de bancos e sistemas do governo federal, denominada GovData. A plataforma integra dados de 14 bases e a expectativa é de que outras sejam incorporadas brevemente.

“As bases vão ser atualizadas mensalmente. Todo mês o governo vai poder saber se o dinheiro está sendo bem alocado e se as pessoas cumprem os requisitos mínimos pra continuar a receber [o benefício]”, informou o ministro do Planejamento, Esteves Colnago.

Com o GovData, a expectativa é de facilitar o trabalho de cruzamento de dados. Por exemplo, se o Ministério do Desenvolvimento Social quisesse dados de carteira de motorista, teria de fazer um pedido específico ao Departamento Nacional de Trânsito e firmar um acordo neste sentido. Se quisesse informações adicionais de situação de emprego, necessitaria de um outro acordo com o Ministério do Trabalho.

“O GovData funciona como único repositório para onde vão as bases de dados de interesse. Mas mais do que isso, temos também uma série de recursos de análise estatísticas, geração de tendências e outras ferramentas de ciências de dados”, explicou o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Gleisson Rubin.

O ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, destacou a importância do GovData, que permite mais cruzamentos com periodicidade menor, mas destacou que a plataforma não substitui os gestores.

“Simples cruzamento de dados não substituem gestor. Eles precisam ser cruzados mas precisam ser interpretados pelo gestor. Cruzamento simplesmente sem a crítia de quem conhece a regra geram distorções. O GovData é importante, todos devem aderir à plataforma. Mas é importante que não se imagine que ela substitui o conhecimento de cada ministério e o olhar de quem conhece os programas”, ponderou Beltrame.

Privacidade

A implantação da plataforma ocorre no momento em que o Congresso Nacional discute uma lei de proteção a dados pessoais. Uma das polêmicas no debate é até que medida os órgãos públicos devem ser regidos por ela, obedecer os princípios e seguir as obrigações.

Questionado na entrevista se o governo federal seria ou não regido pela lei, o ministro do Planejamento, Esteves Colnago, afirmou que não, com algumas exceções. “A gente vai ter todo o cuidado possível, mas precisamos ter acesso às informações”, disse. Com informações da Agência Brasil.

Ver Postagem

Fernando Bezerra: o ruim é não ter desculpa

Resultado de imagem para o ruim é não ter desculpa

Resultado de imagem para letra t

odos nós usamos desculpas de tempos em tempos, porém, algumas pessoas costumam usá-las com mais frequência. Mesmo você sendo uma pessoa fiel aos seus compromissos, um trabalhador honesto e um amigo presente, há situações em que você simplesmente não pode comparecer. Seja um evento de família, um prazo no trabalho, sair com seus amigos ou ajudar as crianças na lição de casa, invariavelmente todos nós nos deparamos com situações em que nós temos que “mentir”, a fim de poupar uma mágoa.

Não daremos uma orientação sobre como ser um melhor mentiroso. Justificar o seu comportamento, não vai mudar a sua “desculpa” ou fazer o tempo voltar. No plano ético, dizer a verdade ajuda a sua integridade. Sendo bom e honesto, você consegue melhorar sua imagem perante aos seus colegas, familiares e amigos, e além de tudo, ser fiel aos seus sentimentos.

Trazendo para nossa politica atual, em Pernambuco, o que vai ter de gente dando desculpas por que não conseguiu seu objetivo, vai ser uma festa! A começar por Fernando Bezerra, que vive um drama sem precedentes na sua vida política. Primeiro, o poderoso senador trocou de sigla. Ele saiu do PSB de Eduardo Campos, a quem defendia com unhas e dentes, e no nome dele  fez uma campanha “lacrimosa”, dizendo que o sonho de Eduardo não podia morrer, depois da trágica morte  de uma das mais promissoras promessas politicas do País. Fernando Bezerra e Paulo Câmara, como dupla sertaneja,eram primeira e segunda voz,que entoavam a canção que nós pernambucanos queríamos ouvir. Foram eleitos!

Quatro anos depois, a viola desafinou e,  Bezerra, abusou a brincadeira com Câmara  e pediu pra descer da roda gigante por que perdeu a graça. E, junto com Romero Jucá, outro poderoso senador ,resolveram que o MDB, era o lugar de Fernando Bezerra.E ele, sem titubear, deixou o PSB. E aí, ele e Jucá,  Traçaram o plano e executaram com requintes de filme de Holywood. Tudo Certo. Só que tinha uma pedra no caminho. O nome da pedra era Raul Henry, pedra “miserávi”, que tá sendo “difíci” de quebrar!

E por fim, depois de muitas tentativas, o diretório estadual do MDB, por ordem da justiça, ficou acertado que Fernando não pode mandar no “terreiro” de Raul Henry e não será candidato pela sigla. É justamente aí que entra a “desculpa”.  E Fernando Bezerra, amanhã vai dizer: ” Não sou candidato , por que me negaram a legenda”.Essa vai ser a desculpa do vetrano politico. Mas, é melhor ter uma desculpa, do que não ter nada. Ele vai ter que se contentar em eleger seus filhos, por que, aquela pedra “miserávi”, está atenta a todos os passos do senador.

Em suma: todos nós usamos desculpas de tempos em tempos, porém, algumas pessoas costumam usá-las com mais frequência. Mesmo você sendo uma pessoa fiel aos seus compromissos, um trabalhador honesto e um amigo presente, há situações em que você simplesmente não pode comparecer.O ruim mesmo, é não ter desculpa.

 

 

 

Ver Postagem

PGR denuncia deputado Adalberto Cavalcanti por empregar servidora fantasma

 

 

Resultado de imagem para letra A

Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF)denúncia contra o deputado federal Adalberto Cavalcanti (Avante/PE) por empregar, durante nove meses, uma servidora fantasma em seu gabinete na Câmara dos Deputados. Ao todo, foram desviados R$ 93 mil em salários, valor utilizado para efetuar pagamentos, fazer compras com cartão de crédito e financiamentos. A denúncia foi enviada à Corte na sexta-feira (13).

No documento, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pede a decretação da perda do mandato do parlamentar, acusado de peculato. Além disso, requer a reparação do prejuízo causado aos cofres públicos e indenização por danos morais no dobro do valor desviado em razão do abalo à credibilidade das instituições. O esquema ocorreu de dezembro de 2015 a agosto de 2016, com auxílio dos assessores do deputado Sônia Maria de Souza e João Wellington Pereira, à época, casados.

De acordo com investigações, a secretária parlamentar Sônia Martins solicitou documentos a uma funcionária que trabalhava na chácara de seu cônjuge e pediu que ela assinasse procurações em seu nome para a abertura de três contas em bancos diferentes. Como justificativa, informou que o deputado pagaria aos servidores, e aos funcionários deles, auxílio de R$ 500, mas que não sabia dizer em qual banco o benefício seria depositado. A vítima somente passou a receber o valor prometido depois de ter cobrado a quantia da secretária parlamentar.

Apesar de ter conhecimento de que a funcionária nunca tinha trabalhado em seu gabinete, o deputado Adalberto Cavalcanti alterou por duas vezes o nível remuneratório da servidora: em fevereiro e em maio de 2016. Para dar aparência de regularidade ao esquema, a secretária Sônia Martins atestava a frequência da suposta servidora no sistema da Câmara dos Deputados, inserindo dados falsos.

A vítima só soube da fraude em agosto de 2016, quando teve seu nome negativado no cadastro do SPC/Serasa. Após tentar uma solução junto a Sônia Martins de Souza e João Wellington Pereira, acabou sendo demitida da chácara onde trabalhava e também foi exonerada pelo gabinete do parlamentar. Ao final do documento enviado ao STF, Raquel Dodge afirma serem gravíssimos os crimes cometidos porque contribuem “para o descrédito da Câmara dos Deputados perante a sociedade e próprio serviço público”.

 Íntegra da denúncia

 

Ver Postagem

Reajuste do Bolsa Família está indefinido, diz ministro do Planejamento

Reajuste do Bolsa Família está indefinido, diz ministro do Planejamento

Resultado de imagem para letra O

ministro do Planejamento, Esteves Colnago, disse nesta segunda-feira (16) que o governo ainda está avaliando o reajuste do Bolsa Família neste ano. Colnago falou sobre o assunto após anúncio de revisão de benefícios sociais.

Há menos de uma semana, o novo ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, havia afirmado que o reajuste do programa ainda não estava definido, mas que poderia ser anunciado este mês ou em maio. “As propostas estão colocadas, há uma discussão ainda dentro do governo para definição dos percentuais, da forma de fazer esse reajuste e acredito que ainda em abril ou maio teremos essa definição e o anúncio do reajuste do Bolsa”, disse na ocasião.

O antecessor Osmar Terra chegou a dizer que o reajuste seria anunciado em março, o que acabou não ocorrendo. Beltrame acrescentou que o governo pensa em um reajuste maior que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Em junho de 2016, o governo – com Michel Temer ainda como interino na Presidência da República – reajustou o programa em 12,5%.

Revisão

Hoje, Beltrame anunciou o cancelamento de 5,2 milhões de benefícios do Bolsa Família. Segundo o ministro, antes havia uma avaliação anual, cruzando o cadastro único com a Relação Anual de Informações Sociais. Agora, o cruzamento é feito antes, no momento de análise do pedido.

Caso haja inconsistência de declaração da renda, ultrapassando o limite, o pedido é negado. “A junção dessas bases de dados nos oportunizou melhorar a focalização do programa não só da manutenção, mas da concessão do benefício”, disse o ministro.

Beltrame acrescentou que foi possível zerar a fila de espera do programa em 2017, que reunia cerca de 1 milhão de famílias, cenário que permanece estável em 2018. Com informações da Agência Brasil.

 

 

Ver Postagem

Começa o Festival Aldeia Vale Dançar em Petrolina

 Resultado de imagem para aldeia vale dançar 2018

Resultado de imagem para letra c

omeça nesta segunda-feira (14) o Festival Aldeia Vale Dançar em Petrolina, no Sertão de Pernambuco e em Juazeiro, na Bahia. Esta 10 edição segue até o dia 28 de abril com ações formativas, espetáculos de dança, shows, lançamento de livros, debates, exposição, além do intercâmbio entre artistas.

Com o tema “um batuque que ecoou”, o festival presta uma homenagem ao grupo Batuk-ajé, um dos pioneiros da cena da dança no Vale do São Francisco.

A abertura será nesta segunda-feira (16), às 19h, no teatro Dona Amélia, com a exposição “Batuques de uma história” e o show “Um batuque que ecoou” com Camila yasmine e Eugênio cruz e com a participação de alguns integrantes do grupo Batuk-ajé. O cantor Rubi de são Paulo tambémse apresenta às 20h30.

Parte da programação é gratuita, exceto as que acontecem no Teatro Dona Amélia, com ingresso a R$ 2 (comerciário), R$ 5 (meia) e R$ 10 (inteira).

Confira a programação:

16.04 (segunda)

19h Teatro Dona Amélia, Abertura da Exposição Batuques de uma História

Um batuque que ecoou | Camila Yasmine, Eugênio Cruz e participação do Grupo Batuk-ajé (Petrolina-PE)

20h30 Teatro Dona Amélia Rubi (São Paulo-SP)

17.04 (terça)

19h Teatro Dona Amélia Vivência com Angel Vianna (Rio de Janeiro-RJ)

18.04 (quarta)

19h Teatro Dona Amélia Lançamento do Livro Angel Vianna: uma biografia de dança contemporânea | Ana Vitória Freire (Rio de Janeiro-RJ)

20h30 Teatro Dona Amélia O que deságua em mim |Cia Alysson Amâncio (Juazeiro do Norte-CE)

19.04 (quinta)

Alysson Amâncio (Juazeiro do Norte-CE)

16h Teatro Dona Amélia Rio de Contas | Cia de Dança do Sesc (Petrolina-PE)

19h Biblioteca Olhares sobre a Dança no Vale com Daniela Santos (Recife-PE), Márcia Feijó (Rio de Janeiro-RJ) e Bel Souza (Salvador-BA). Mediação Mariana Pimentel (Rio de Janeiro-RJ)

20.04 (sexta)

20h30 Teatro Dona Amélia Sesc Petrolina

Ferida Sábia | Ana Vitória e Angel Vianna (Rio de Janeiro – RJ)

21h30 Espaço Cubículo Dança ao cubo

21.04 (sábado)

19h Teatro Dona Amélia Odoiyá | Bel Souza (Salvador – BA)

20h30 Sala de Dança ExperimentAÇÃO – Processos do Projeto

Dramaturgia da Dança | Thom Galiano, Dijma

Darc e Cintia Melo (Petrolina-PE/Juazeiro- BA).

22.04 (domingo)

09h às 12h

Sala de Dança Oficina Diálogo entre matrizes: a construção de um estado corporal em

Odoiyá | Bel Souza (Salvador-BA)

19h Teatro Dona Amélia Oxossi | Eduardo Fukushima (São Paulo-SP)

20h30 Sala de Dança ExperimentAÇÃO – Processos do Projeto

Dramaturgia da Dança | Natália Agla e Monique Paulino (Petrolina-PE).

23.04 (segunda)

Seminário Pensamentos de um corpo que dança | Cia Dança do Sesc (Petrolina-PE) e Eduardo Fukushima (São Paulo-SP) | 12 anos

19h CEU das Águas Batuques com Cia Balançarte (Petrolina –PE)

20h30 Teatro Dona Amélia Looping: Bahia Overdub | Felipe de Assis, Leonardo França e Rita Aquino (Salvador-BA) – Palco Giratório

24.04 (terça)

Pensamento Giratório | Felipe Assis (Salvador-BA), Orun Santana (Recife-PE) e Antonio Pablo (Petrolina-PE). Mediação André Vitor Brandão (Petrolina-PE)

19h CEU das Águas HUMANO | Pedro Lacerda (Petrolina-PE)

20h30 Teatro Dona Amélia Raízes para o alto | Cia de Dança do Sesc (Petrolina-PE)

25.04 (quarta)

Palco Giratório 16h Sala de Teatro Sesc Petrolina

Mesa: Memórias e ancestralidades em movimento com Bel Souza (Salvador-BA), Maria Paula Costa Rêgo (Recife-PE) e Jailson Lima (Petrolina-PE). Mediação Rita Marize (Recife-PE)

19h CEU das Águas Janelas para navegar mundos | Coletivo

Trippé (Juazeiro-BA/Petrolina- PE)

20h30 Teatro Dona Amélia Meia Noite | Orun Santana (Recife-PE)

26.04 (quinta)

16h Sala de Teatro Sesc Petrolina Mesa: Representatividade na cena com Erivelton Viana (São Luiz-MA) e Cleybson Lima (Petrolina-PE). Mediação Antonio Carvalho (Juazeiro-BA)

19h CEU das Águas Casa Azul | Confraria 27 (Petrolina-PE)

20h30 Teatro Dona Amélia O Crivo | Ateliê do Gesto (Goiania-GO) – Palco Giratório

27.04 (sexta)

16h Sala de Teatro Sesc Petrolina Pensamento Giratório com Ateliê do Gesto (Goiania-GO) e Coletivo Trippé (Juazeiro-BA/Petrolina-PE). Mediação Alexandre Santos – Palco Giratório

19h CEU das Águas Sentimentos Gis | Cleybson Lima (Petrolina-PE) | 18 anos

20h30 Teatro Dona Amélia Amor, segundo as mulheres de Xangô |Grupo Grial de Dança (Recife – PE)

21h30 Espaço Cultural Filhos de Zaze Festa de GuerreirXs | Karynna Spinelli (Recife-PE) e Afoxé Filhos de Zaze (Juazeiro-BA) | 16 anos

28.04 (sábado)

14h Salão Roda de Capoeira de Angola (Petrolina-PE), Reisado do Lambedor (Lagoa Grande-PE) e Samba de Veio da Ilha do Massangano (Petrolina-PE)

16h Teatro Dona Amélia Festival de Coreografias (Juazeiro-BA/Petrolina-PE)

17h Entrada Sesc Mercado Cultural

18h Espaço Alternativo Degustação Literária

19h Salão Show Bafonzera | Petrônio Munduri (Petrolina-PE)

20h Escada Galeria de Artes Intervenção | Carol Andrade (Petrolina-PE)

20h Sala de Dança Sintética idêntica ao natural | BemDITO Coletivo (São Luiz-MA) | 16 anos

21h Espaço Cantina DJ Laís Bione (Juazeiro-BA) | 16 anos

22h Teatro Dona Amélia Tatudobrega | Cia de Dança do Sesc Petrolina

24h Salão Não Recomendados

Ver Postagem

Justiça autoriza visita de comissão do Senado na PF para verificar condições da prisão de Lula

Ex-presidente Lula está preso na sede da PF em Curitiba desde o dia 7 de abril. (Foto: Dulcineia Novaes/ RPC Curitiba)

Resultado de imagem para letra a

juíza Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, autorizou, nesta segunda-feira (16), a visita dos senadores da Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado na Superintendência da Polícia Federal para verificar as condições da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outros presos.

O ex-presidente está preso na sede da PF desde o dia 7 de abril. A vistoria está marcada para a terça-feira (17).

A juíza autorizou a visita mesmo sem que tenha sido comunicada a respeito de violação a direitos de pessoas custodiadas no local. “Tampouco tenha sido expressa no ofício a motivação da aprovação da diligência”, diz trecho da decisão.

Sobre outras visitas pedidas, como a defesa de Lula já se manifestou favoravelmente, ela pediu parecer do Ministério Público Federal (MPF).

A magistrada também pediu manifestação do MPF e da defesa do ex-presidente sobre pedido de transferência de Lula e a visita do argentino e Prêmio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel.

O pedido de transferência do ex-presidente foi feito pela PGR de Curitiba na sexta-feira,13.

A procuradora-geral do município, Vanessa Volpi Bellegard Palácios, alega que o fato de Lula estar preso na sede da PF tem gerado transtornos aos moradores e a funcionários da PF.

Senadores que farão a visita, segundo a CDH:

  • Regina Sousa (PT-PI)
  • Paulo Paim (PT-RS)
  • Vanessa Grazziotin (PC do B-AM)
  • Lindbergh Farias (PT-RJ)
  • Gleisi Hoffmann (PT-PR)
  • Roberto Requião (MDB-PR)
  • Paulo Rocha (PT-AM)
  • João Capiberibe (PSB-AP)
  • Fátima Bezerra (PT-RN)
  • Lídice da Mata (PSB-BA)
  • Humberto Costa (PT-PE)
  • José Pimentel (PT-CE)
  • Telmário Mota (PTB-RR)
  • Angela Portela (PDT-RR)
  • Samuel Gomes dos Santos (assessor)

A visita à PF, em Curitiba, foi  aprovada durante reunião da comissão na quarta-feira (11) com o objetivo de verificar se questões relacionadas a direitos humanos estão sendo cumpridas na sala especial em que Lula está e também nas dependências onde estão os outros presos.

 

Ver Postagem

Decreto muda regra para trabalhadores com deficiência usarem o FGTS

Decreto muda regra para trabalhadores com deficiência usarem o FGTS

Resultado de imagem para letra o

presidente Michel Temer assinou nesta segunda-feira, 16, decreto que permite o uso do FGTS por trabalhadores com deficiência para a compra de órteses e próteses. O decreto será publicado no Diário Oficial da União (DOU) de terça-feira, 17. Para divulgar a medida, o presidente gravou um vídeo em seu gabinete e publicou nas redes sociais.

Pelo decreto assinado, é considerado trabalhador com deficiência “aquele que tem impedimento de longo prazo de natureza física ou sensorial” ou que possua impedimento “que produza efeitos pelo prazo mínimo de dois anos” de forma que impeça a participação “plena e efetiva do trabalhador na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas”.

A liberação das contas inativas do FGTS tem sido uma das bandeiras do governo Temer, como forma de injetar dinheiro na economia. Segundo fontes do Planalto, a medida não estava nas prioridades da equipe econômica, mas foi levada a Temer pela ala política – incluindo o novo ministro dos Direitos Humanos, Gustavo do Vale Rocha, que acumula a função de subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, a quem cabe recolher a assinatura do presidente para atos administrativos.

No vídeo que publicou para divulgar a medida, Vale Rocha e o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, aparecem no gabinete do presidente presenciando a assinatura do ato. Assista:

Michel Temer

@MichelTemer

Acabei de assinar um decreto que traz uma boa notícia para o trabalhador com deficiência.

 

Condições

A aquisição de órtese ou prótese só pode ocorrer com laudo médico que ateste a condição de pessoa com deficiência, com menção correspondente à classificação de referência utilizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O decreto diz que a aquisição de órtese ou prótese tem como objetivo “a promoção da acessibilidade e da inclusão social do trabalhador com deficiência”. O texto prevê ainda que serão observadas as condições estabelecidas pelo agente operador do FGTS, “inclusive o valor limite movimentado por operação e o interstício mínimo entre movimentações realizadas em decorrência da referida aquisição, que não poderá ser inferior a dois anos”.

De acordo com o decreto, o agente operador do FGTS editará, no prazo de até 120 dias, atos normativos referentes aos procedimentos administrativos a serem observados para a movimentação das contas vinculadas para a aquisição de órtese ou prótese.

Já podiam sacar o FGTS o trabalhador (ou qualquer de seus dependentes) portador do vírus HIV e o trabalhador (ou qualquer de seus dependentes) em estágio terminal, em razão de doença grave. Com informações do Estadão Conteúdo.

 

Ver Postagem

Caixa não emite mais CPF; saiba onde fazer o pedido

Caixa não emite mais CPF; saiba onde fazer o pedido

Resultado de imagem para letra o

Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) não é mais emitido pela Caixa Econômica Federal por conta da suspensão do convênio entre o banco e a Receita Federal. O documento pode ser solicitado gratuitamente no site da Receita. Veja abaixo o procedimento para diferentes situações.

 

Alteração de dados

Comprovante de inscrição

Além da opção de fazer o pedido online, o CPF ainda pode ser requerido de graça diretamente em órgãos públicos conveniados (veja quais).

As agências dos Correios e o Banco do Brasil também recebem solicitação de emissão do documento, mas, nestes casos, é necessário pagar uma taxa de R$ 7.

 

Ver Postagem

Evolute Cursos abre primeira escola de cursos profissionalizantes em Petrolina

Resultado de imagem para evolute

Resultado de imagem para letra com objetivo de potencializar sua metodologia de ensino inovadora e atender a população local, sejam estudantes, profissionais que estão no mercado de trabalho ou em busca de uma recolocação profissional, a Evolute Cursos, rede paulista de franquias de escolas de cursos profissionalizantes, marca pertencente ao Grupo VA, acaba de inaugurar a primeira unidade no município de Petrolina, situada na Rua Sizenando Nunes de Amorim, nº 80, no bairro Vila Eduardo.

A unidade segue a estrutura padrão exigida pela franqueadora, que são salas de aulas amplamente estruturadas, interativas e com computadores de última geração. Além disso, conta com instrutores treinados pela companhia. “Temos cursos online e presenciais para todas as idades e interesses”, conta Eva de Sá, franqueada em petrolina. Consta no portfólio Evolute mais de 70 opções de ensino profissionalizante, dentre eles, Atendente de Farmácia, Secretariado, Assistente de RH e Assistente de Logística, os mais procurados da rede.

A Evolute Cursos começou em 2008 oferecendo cursos de informática e profissionalizantes. A primeira escola foi inaugurada em Taubaté, interior do estado de São Paulo, e, em pouco tempo, tornou-se a maior rede de escolas de cursos profissionalizantes do Vale do Paraíba. Hoje, possui 129 unidades ativas, em 18 estados brasileiros e recentemente foi laureada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) com o Selo de Excelência, que atesta a credibilidade da empresa.

Ainda, a rede faz parte do Grupo VA, fundado em 2010, uma holding especializada em franquias prestadoras de serviços, também detentora das redes Doutor Lubrifica, Web4-Comunicação e ContabExpress, está última recém-criada. As marcas do grupo somam, hoje, mais de 300 unidades situadas nas principais cidades e capitais brasileiras.

 

Ver Postagem

Idosa se forma no ensino médio aos 91 anos

Maria Pereira da Silva / Arquivo Pessoal

 

Resultado de imagem para letra aos 91 anos, Maria Pereira da Silva, moradora da cidade de Brasília, no Distrito Federal, conseguiu conquistar o sonho de se formar no ensino médio. A mulher, que teve infância humilde na cidade de Recanto das Emas, estudou até a terceira série, mas precisou começar a trabalhar cedo para ajudar com as despesas de casa. “Minha mãe não trabalhava, tinha que cuidar dos meus irmãos e também não tinha muita oportunidade de emprego”, explicou Maria.

Dona Maria ainda voltou a estudar na vida adulta, terminando o ensino fundamental por volta dos 40 anos, mas não conseguiu conciliar a outra etapa de educação à vida de dona de casa e ao trabalho em uma rede de fast food. Só aos 89, por incentivo de um dos netos, decidiu terminar a escola. Se inscreveu em um supletivo e se orgulha em dizer que só faltou dois dias de aula nos dois anos até terminar o curso. “Minha filha mais velha me levava e buscava. Se atrasasse, eu brigava com ela mesmo”, brincou.

Com os 11 filhos, 28 netos e 48 bisnetos, a matriarca da família Silva ganhou até mesmo festa em uma pizzaria para comemorar a formatura. Agora, pela intimidade que tem com leituras bíblicas, ela deseja fazer faculdade de teologia.

Ver Postagem