A famosa urna 47 mudará a eleição de Sindicato em Petrolina

Imagem relacionada

A eleição para a presidência do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais (STTAR) que foi realizada no último dia 21 de novembro de 2017, se transforma em uma novela que poderá ter resultados nada positivos para  os dois lados. O  juiz titular da Vara do Trabalho, George Sidney, em uma decisão cheia de questionamentos, acatou uma ação solicitada pela Chapa 1, encabeçada pela candidata Leninha, que perdeu a eleição para  Simone Paim, candidata a presidente pela Chapa 2 , por 16 votos de diferença.

Apoiados por  grupos distintos de politicos em Petrolina, as chapas concorrentes , fizeram uma campanha cheia de trocas de farpas e dessa batalha muita gente saiu machucada. O STTAR, é um dos maiores sindicatos do Vale do São Francisco, e muitos políticos, abraçam essa eleição, por que  o seu apadrinhado, poderá se tornar  um cabo eleitoral de precioso valor, que poderá lhe ser conveniente nas eleições de 2018.

O magistrado  entendeu,  ser ponto de justiça , fazer a contagem de votos de uma das urnas que foi contestada pela mesa apuradora durante o processo de votação devido a presumíveis alterações .

Dado a sentença, o juiz decidiu então suspender o resultado que dava vitória a  chapa 2, até que se apure  a contagem dos votos da famosa urna 47.  Simone Paim venceu Leninha por uma margem estreita  de votos (1.617 contra 1.601). Por essa razão. essa urna é famosa e pode mudar o resultado na eleição.

Por Cauby Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.