Polícia descobre abatedouro de jumentos

 

Resultado de imagem para jumentos
A Polícia Militar encontrou um abatedouro de jumentos na área rural de Alagoinha, no Agreste pernambucano. Agora, a PM continua procurando o homem acusado de comandar clandestinamente o estabelecimento.  Após checar uma denúncia de furto de um animal, os policiais foram até o Sítio São José, na área rural da cidade, e receberam informações de que além de roubar jumentos para abater, o responsável ainda fornecia a carne para estabelecimentos comerciais da região.
No local, a polícia foi recebida pela esposa do acusado e, dentro da casa, apreenderam duas espingardas artesanais, um machado, duas foices, uma porção de chumbinhos e uma chaira estriada.   O material apreendido e as testemunhas, inclusive a esposa do acusado, foram levados para a delegacia de Pesqueira para que fossem tomadas as providências legais cabíveis para o caso.
@lingua
com informações  do Diario de Pernambuco
Ver Postagem

Conta de luz de maio terá bandeira tarifária vermelha

Resultado de imagem para lampada

As contas de luz de maio terão bandeira tarifária vermelha patamar 1, o que representa um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Este é o segundo mês em que a bandeira vermelha é ativada neste ano.

A bandeira tarifária vermelha é acionada quando é preciso ligar usinas termelétricas mais caras, por causa da falta de chuvas. Como o sinal para o consumo é vermelho, os consumidores devem fazer uso eficiente de energia elétrica e combater os desperdícios.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

Recentemente, o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, disse que as contas de luz deverão continuar com a bandeira vermelha patamar 1 até o fim do período seco, que vai até novembro.

Como funcionam as bandeiras tarifárias

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração.

Quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.

 

@lingua

Ver Postagem

Google vai apagar definitivamente arquivo de comunidades do Orkut

Resultado de imagem para orkut

O Orkut, rede social que uniu milhões de brasileiros, foi encerrada oficialmente em maio de 2014 pelo Google. Todos os dados pessoais de usuários foram apagados.

Foi mantido apenas um arquivo, espécie de “museu do Orkut”, com 51 milhões de comunidades e 120 milhões de tópicos. Nesta sexta (28), a empresa comunicou que essa coleção também será apagada, no próximo 15 de maio. Inicialmente, o Google havia anunciado que manteria as comunidades no ar por tempo indefinido.

O fundador do Orkut, Orkut Büyükkökten, lançou uma nova rede social em 2016, a Hello. A proposta é, tal como a da extinta rede do engenheiro turco, unir as pessoas por interesses.

Para os nostálgicos, a dica é usar sites que salvam o cachê de páginas da internet, como a Wayback Machine. Basta inserir a URL da comunidade – e torcer para que alguém tenha salvo esse link antes, em algum momento de 2004 até 15 de maio.

@lingua

Ver Postagem

Belchior morre 70 anos

Resultado de imagem para belchior

Morreu neste domingo o cantor e compositor cearense Belchior, aos 70 anos, em Santa Cruz do Rio Grande do Sul. O corpo será levado para a terra natal do artista, onde será sepultado, na cidade de Sobral.

O Governo do Estado do Ceará confirmou a morte e decretou luto oficial de três dias.

“Recebi com profundo pesar a notícia da morte do cantor e compositor cearense Belchior. O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará e do Brasil”, disse em nota o governador Camilo Santana.

@lingua

Brasil247

Ver Postagem

Rodada deste domingo é de finais pelo Brasil

Resultado de imagem para flamengo e fluminense hoje

 

O domingo de futebol está repleto de bons jogos, com destaques para finais de campeonatos estaduais. Confira os principais jogos:

Campeonato Italiano

Roma x Lazio – 7:30

Crotone x Milan – 10:00

Internazionale x Napoli – 15:45

Campeonato Carioca

Fluminense x Flamengo – 16:00

Campeonato Gaúcho

Internacional x Novo Hamburgo – 16:00

Campeonato Mineiro

Cruzeiro x Atlético-MG – 16:00

Campeonato Paranaense

Atlético-PR x Coritiba – 16:00

Campeonato Paulista

Ponte Preta x Corinthians – 16:00

Campeonato Catarinense

Avaí x Chapecoense – 16:00

Campeonato Cearense

Ferroviário x Ceará – 16:00

Campeonato Paraense

Remo x Paysandu – 16:00

Copa do Nordeste

Bahia x Vitória – 16:00

Campeonato Inglês

Manchester United x Swansea – 8:00

Everton x Chelsea – 10:05

Middlesbrough x Manchester City – 10:05

Tottenham x Arsenal – 12:30

@lingua

 

Ver Postagem

PF amplia cerco à cúpula do PMDB no Senado

 

 

As medidas foram solicitadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) para coletar provas contra suspeitos que teriam beneficiado os senadores Renan Calheiros (AL), Garibaldi Alves Filho (RN) e Romero Jucá (RR), além do ex-presidente José Sarney (AP), com o recebimento de valores indevidos. Os peemedebistas negam.

A investigação que deu origem à operação se baseou na delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que revelou à PGR ter repassado, em 11 anos, R$ 100 milhões em propina aos peemedebistas. O dinheiro, supostamente oriundo de contratos da estatal, teria sido pago em espécie e por meio de doações oficiais.

A PF cumpriu dez mandados em Alagoas, Rio Grande do Norte, Sergipe, São Paulo e Distrito Federal para apurar crimes contra a administração pública, lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa.

Um dos alvos foi o advogado Bruno Mendes, ex-assessor de Renan, que foi gravado em uma das conversas de Machado entregues à Lava Jato. O senador é suspeito de ter recebido R$ 32 milhões dos recursos supostamente desviados para o PMDB.

Também foram cumpridas medidas contra o ex-presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) Lindolfo Sales, que foi chefe de gabinete de Garibaldi; Amauri Cezar Piccolo, assessor de Sarney; e uma ex-assessora de Jucá. Outro alvo de busca foi o ex-senador José Almeida Lima (PMDB), atual secretário de Saúde de Sergipe.

Propina

Machado contou que Garibaldi, em eleições, sempre o procurava solicitando recursos. O último encontro, de acordo com ele, se deu em 2014, quando o senador era ministro da Previdência. Machado disse ter viabilizado R$ 700 mil para o congressista por meio de contribuições de empreiteiras que tinham contratos com a Transpetro. O delator contou que Sarney foi beneficiado com R$ 18,5 milhões entre 2006 e 2014. Segundo Machado, Jucá recebeu R$ 21 milhões.

Detalhes da Satélites 2 não foram divulgados, sob o argumento de que corre em sigilo. A operação é desdobramento da Satélites, de 21 de março, que teve como alvo nomes ligados a Renan e Humberto Costa (PT-PE), Eunício Oliveira (PMDB-CE) e Valdir Raupp (PMDB-RO). Com informações do Estadão Conteúdo.

Desdobramento da Lava Jato, a Operação Satélites 2, deflagrada ontem pela Polícia Federal, ampliou o cerco à cúpula do PMDB no Senado. Por ordem do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), foram cumpridos mandados de busca e apreensão contra suspeitos de operar recebimento de propina em contratos da Transpetro, subsidiária da Petrobrás.

As medidas foram solicitadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) para coletar provas contra suspeitos que teriam beneficiado os senadores Renan Calheiros (AL), Garibaldi Alves Filho (RN) e Romero Jucá (RR), além do ex-presidente José Sarney (AP), com o recebimento de valores indevidos. Os peemedebistas negam.

A investigação que deu origem à operação se baseou na delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que revelou à PGR ter repassado, em 11 anos, R$ 100 milhões em propina aos peemedebistas. O dinheiro, supostamente oriundo de contratos da estatal, teria sido pago em espécie e por meio de doações oficiais.

A PF cumpriu dez mandados em Alagoas, Rio Grande do Norte, Sergipe, São Paulo e Distrito Federal para apurar crimes contra a administração pública, lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa.

Um dos alvos foi o advogado Bruno Mendes, ex-assessor de Renan, que foi gravado em uma das conversas de Machado entregues à Lava Jato. O senador é suspeito de ter recebido R$ 32 milhões dos recursos supostamente desviados para o PMDB.

Também foram cumpridas medidas contra o ex-presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) Lindolfo Sales, que foi chefe de gabinete de Garibaldi; Amauri Cezar Piccolo, assessor de Sarney; e uma ex-assessora de Jucá. Outro alvo de busca foi o ex-senador José Almeida Lima (PMDB), atual secretário de Saúde de Sergipe.

Propina

Machado contou que Garibaldi, em eleições, sempre o procurava solicitando recursos. O último encontro, de acordo com ele, se deu em 2014, quando o senador era ministro da Previdência. Machado disse ter viabilizado R$ 700 mil para o congressista por meio de contribuições de empreiteiras que tinham contratos com a Transpetro. O delator contou que Sarney foi beneficiado com R$ 18,5 milhões entre 2006 e 2014. Segundo Machado, Jucá recebeu R$ 21 milhões.

Detalhes da Satélites 2 não foram divulgados, sob o argumento de que corre em sigilo. A operação é desdobramento da Satélites, de 21 de março, que teve como alvo nomes ligados a Renan e Humberto Costa (PT-PE), Eunício Oliveira (PMDB-CE) e Valdir Raupp (PMDB-RO).

 

@lingua

Com informações do Estadão Conteúdo.

Ver Postagem