Adalberto Cavalcanti entra na justiça contra TV Grande Rio

io O  Deputado Federal e candidato a prefeito de Petrolina Adalberto Cavalcanti , decidiu entrar com representação contra a TV Grande Rio afiliada da Rede Globo de Televisão, junto à Procuradoria Geral Eleitoral e ao Ministério das Comunicações, acusando a emissora, comandada em Petrolina pela família Coelho, de agir de forma partidária, em favor da candidatura de Miguel Coelho,tirando do ar mais de 160 inserções de Adalberto Cavalcanti dando espaço à coligação do PSB.
Por conta do acontecido, todas coligações entrarão com pedidos na justiça de reparação e impugnação da candidatura que foi favorecida pelo grupo Grande Rio de Comunicação. Através de um vídeo postado que viralizou na internet ,o filho do prefeito de Petrolina Julio Lossio Filho afirma que não só Adalberto foi lesado, como também o PMDB e todas as coligações. Segundo Lossio Filho ,todas as coligações notaram a cobertura desproporcional, ilegal e até criminosa que a emissora vinha praticando nos últimos 30 dias.
Segundo Lossio Filho, o objetivo é somente de interferir no pleito do próximo domingo prejudicando não só o Partido de Adalberto Cavalcanti , como também dos outros partidos.
Lóssio ainda completou dizendo que por certo não haverá tempo suficiente de fazer a representação ser apreciada por essas instâncias antes do pleito, mas isso não impedirá a denunciação desse claro abuso de poder econômico com vistas influir no processo eleitoral.
A Lei Eleitoral recebe interpretação pela Justiça Eleitoral, ou seja, ela julga exatamente as nuances das propagandas, dos programas em veículos eletrônicos e até mesmo na imprensa escrita e na internet.
O uso de uma concessão pública de televisão com fins político-eleitorais também viola a Lei das Concessões, cujo guardião é o Ministério das Comunicações.
Detalhe: será pedido ao Minicom a cassação da concessão da afiliada da Rede Globo por cometer crime eleitoral.

Por Cauby Fernandes

Ver Postagem