Fernando Filho : Derrota para Lossio em 2012 está ainda na garganta

10

Resultado de imagem para com raiva e engasgando

Resultado de imagem para letra p

erder nunca é bom. Estar por baixo quando todos diziam que ganharia, é no mínimo frustrante. Pior ainda, é saber que se tem um bom nome, dinheiro e,  é derrotado por um desconhecido com poucos recursos. Assim aconteceu com Fernando Filho em 2012. Derrotado por Julio Lossio, Fernandinho à época , reconheceu que sua campanha foi um insucesso, por erros cometidos. Essa derrota para o médico Lóssio, ficou como uma tatuagem,marcando a carreira politica do jovem deputado, filho de um estrategista, mas que foi engolido por um ofatalmologista, que todos diziam que teria apenas um mandato. Se enganaram! Lossio surpreendeu aqueles que se achavam os donos do pedaço, a saber, a maior cidade do Sertão.
Quando 2016 chegou, Lossio, indicou Edinaldo Lima, e esse foi derrotado nas urnas pelo irmão de Fernando Filho Miguel Coelho. Mas para Fernandinho, essa não foi uma vitória completa, pois quem deveria sofrer esse dano, era Lossio, que impôs uma dura derrota ao grupo de FBC em 2012.
O nó na garganta do ex-ministro, é tão visível, que agora em 2018,o tom dos discursos do deputado federal, pré-candidato à reeleição nos eventos da Prefeitura de Petrolina, administrada por seu irmão, parece querer transformar a disputa eleitoral de 2018 na de 2012, quando ele perdeu para Lóssio. Fernandinho está indo à forra com o seu principal rival político e de seu grupo em Petrolina.
O ex-ministro e deputado federal, em cada inauguração ou evento da prefeitura em que está presente, mira sua fala  naquele, que foi prefeito por duas vezes , e agora, é  pré-candidato ao governo do Estado. Fazendo comparações entre as duas formas de administrar a cidade, Fernandinho exalta com satisfação o fato de estar junto com o irmão no comando da cidade.
Esse comportamento do ex-ministro, só revela que ele não consegue digerir a derrota sofrida em 2012. Miguel Coelho ganhou a prefeitura em disputa com o indicado de Lossio, mas isso,não foi suficiente para tirar o gosto amargo daquela derrota. E o nó na garganta parece estar crescendo, e só vai sarar, se um dia, ele conseguir derrotar Julio Lossio nas urnas.

SEM COMENTÁRIO